Ombro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1766 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OMBRO

* ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL
Inervação: supra-escapular, axilar, peitoral lateral.

* ARTICULAÇÃO ACROMIOCLAVICULAR
Inervação: supra-escapular e peitoral lateral

OMBRO - ANATOMIA APLICADA
* ARTICULAÇÃO ESTERNOCLAVICULAR
* ARTICULAÇÃO ESCÁPULO TORÁCICA

Histórico do paciente
* Qual a idade?
* O paciente sustenta o MS em posição protegida?
* Qual omecanismo de lesão?
* TUBCI – Traumático Unidirecional anterior lesão de Bankart que responde à Cirurgia
* AMBRI – Atraumática Multidirecional achados Bilaterais com Reabilitação e raramente
* transferência capsular Inferior
* Quais movimentos causam dor?
* Qual a extensão e tipo de dor?
* Quais posições aumentam e aliviam a dor?
* Como está a funcionalidade?
* Háquanto tempo os sintomas apareceram?
* Há espasmo muscular, deformidade, atrofia, parestesia?
* O paciente se queixa de fraqueza?
* Há indicativo de lesão nervosa?
OBSERVAÇÃO
* Contornos ósseos e tecidos moles
* Observar quando remove roupas
* INCIDÊNCIA ANTERIOR:
* Deformidade em degrau – luxação acromioclavicular
* Sinal do sulco: abaixo do acrômio –instabilidade bilateral
* Achatamento da área redonda do deltóide: luxação anterior da glenoumeral ou paralisia do deltóide
* INCIDÊNCIA POSTERIOR:
* Contornos ósseos e tecidos moles( trapézio, supra e infra-espinhal)
* Esccápula alada
* Asa rotacionada- ângulo inf rot lateralmente
* Asa dinâmica: alada movimento (torácico longo ou acessório esp)
* Asa estática: deformidadeestrutural
* Inclinação escapular: fraqueza ou instabilidade
* Deformidade de Sprengel- congênita (alta, menor)

EXAME
* MOVIMENTOS ATIVOS
* CADEIA CINÉTICA ABERTA E FECHADA
* TESTE DE APLEY
* ARCO DOLOROSO

* MOVIMENTOS PASSIVOS (SENSAÇÃO FINAL)
* MOVIMENTOS ISOMÉTRICOS RESISTIDOS

PALPAÇÃO

OMBRO-TESTES ESPECIAIS

TESTES PARA INSTABILIDADE ANTERIOR* CARGA E DESLOCAMENTO
* TESTE DE APREENSÃO (MANIVELA)
* TESTE DE ROCKWOOD

1. TESTE DE CARGA E DESLOCAMENTO

* Procedimento: Paciente sentado sem encosto, mão em teste sobre a coxa. Examinador em pé estabiliza a clavícula e escápula e com a outra mão pega a cabeça do úmero com o polegar posteriormente e os quatro últimos dedos anteriormente. Empurrar a cabeça do úmeroanteriormente (instabilidade anterior) e posteriormente (instabilidade posterior) observando a quantidade de translação.
INSTABILIDADE ANTERIOR:
Até 25% de translação anterior – normal.
Até 50% de translação anterior e reduzindo espontaneamente – Grau I
Mais de 50% de translação anterior, mas reduz espontaneamenrte- Grau II
Cabeça umeral cavalga sobre a glenóide e permanece luxada- Grau IIIINSTABILIDADE POSTERIOR:
Até 50% de translação posterior = normal, acima disto é instabilidade posterior.

2. TESTE DE APREENSÃO (MANIVELA) – TESTE DE JOBE OU FOWLER

* Procedimento: Paciente em DD examinador ao lado.
* 1ª Fase: Abduzir o braço do paciente a 90º e rotar lateralmente o ombro lentamente.
* Teste Positivo: paciente olha apreensivo e resiste à movimentação* 2ª Fase: Sinal de FOWLER ou Teste de recolocação de JOBE: Examinador aplica um estresse posterior e o paciente perde a apreensão, a dor diminui e rotação lateral adicional é possível antes que a apreensão retorne esta recolocação é denominada sinal de Fowler ou Teste de recolocação de Jobe. Este teste é positivo quando a dor e apreensão diminuírem com esta manobra.
TESTE DE APREENSÃO(MANIVELA): para instabilidade anterior

Teste do fulcro com o punho esquerdo empurrando
a cabeça do úmero anteriormente.

a) Abdução e rotação externa. b) Abdução e rotação externa com c) Abdução e rotação externa combinadas
combinação com a translação do com translação posterior do úmero (teste...
tracking img