Olfato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2154 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal órgão do olfato. Os nervos olfativos são também importantes para distinguir o sabor das substâncias que se encontram dentro da boca. Pode-se dizer que muitas das sensações gustativas tem sua origem no olfato.

As sensações olfativas são difíceis de descrever e declassificar. Entretanto, têm-se realizado classificações baseadas em elementos químicos associados aos odores das substâncias.

Algumas pesquisas indicam a existência de sete odores primários (cânfora, almíscar, flores, menta, éter, azedo e podre). Estes odores primários correspondem a sete tipos de receptores existentes nas células da mucosa olfativa. 

As pesquisas sobre o olfato apontam queas substâncias com odores similares apresentam moléculas do mesmo tipo. Estudos recentes mostram que a forma das moléculas que originam os odores determina a natureza do odor dessas moléculas e substâncias. Acredita-se que estas moléculas combinam-se com células específicas do nariz ou com compostos químicos que estão dentro destas células. 

A captação dos odores é o primeiro passo de umprocesso que continua com a transmissão do impulso através do nervo olfativo, até a percepção do odor pelo cérebro. 

Olfato

O olfato humano é pouco desenvolvido se comparado ao de outros mamíferos. O epitélio olfativo humano contém cerca de 20 milhões de células sensoriais, cada qual com seis pêlos sensoriais (um cachorro tem mais de 100 milhões de células sensoriais, cada qual com pelo menos 100pêlos sensoriais). Os receptores olfativos são neurônios genuínos, com receptores próprios que penetram no sistema nervoso central. 

A cavidade nasal, que começa a partir das janelas do nariz, está situada em cima da boca e debaixo da caixa craniana. Contém os órgãos do sentido do olfato, e é forrada por um epitélio secretor de muco. Ao circular pela cavidade nasal, o ar se purifica, umedece eesquenta. O órgão olfativo é a mucosa que forra a parte superior das fossas nasais - chamada mucosa olfativa ouamarela, para distingui-la da vermelha - que cobre a parte inferior.
A mucosa vermelha é dessa cor por ser muito rica em vasos sangüíneos, e contém glândulas que secretam muco, que mantém úmida a região. Se os capilares se dilatam e o muco é secretado em excesso, o nariz fica obstruído,sintoma característico do resfriado. 
A mucosa amarela é muito rica em terminações nervosas do nervo olfativo. Os dendritos das células olfativas possuem prolongamentos sensíveis (pêlos olfativos), que ficam mergulhados na camada de muco que recobre as cavidades nasais. Os produtos voláteis ou de gases perfumados ou ainda de substâncias lipossolúveis que se desprendem das diversas substâncias, aoserem inspirados, entram nas fossas nasais e se dissolvem no muco que impregna a mucosa amarela, atingindo os prolongamentos sensoriais.
Dessa forma, geram impulsos nervosos, que são conduzidos até o corpo celular das células olfativas, de onde atingem os axônios, que se comunicam com o bulbo olfativo. Os axônios se agrupam de 10-100 e penetram no osso etmóide para chegar ao bulbo olfatório, ondeconvergem para formar estruturas sinápticas chamadas glomérulos. Estas se conectam em grupos que convergem para as células mitrais. Fisiologicamente essa convergência aumenta a sensibilidade olfatória que é enviada ao Sistema Nervoso Central (SNC), onde o processo de sinalização é interpretado e decodificado. 
Aceita-se a hipótese de que existem alguns tipos básicos de células do olfato, cada umacom receptores para um tipo de odor. Os milhares de tipos diferentes de cheiros que uma pessoa consegue distinguir resultariam da integração de impulsos gerados por uns cinqüenta estímulos básicos, no máximo. A integração desses estímulos seria feita numa região localizada em áreas laterais do córtex cerebral, que constituem o centro olfativo.
| |
A mucosa olfativa é tão sensível que...
tracking img