nutri o 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (346 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto





1. Introdução: A importância da avaliação nutricional nos pacientes Hospitalizados se dá, pelo fato de avaliarmos como o paciente está nutrido, se tomando as medidas cabíveis ocorrera melhorano período em que permanecera internado, através da avaliação nutricional, do exame físico e da triagem de risco nutricional feita com o paciente.

2. Desenvolvimento: Após internação do paciente, e daconversa com o mesmo podemos perceber que ele, tem algumas deficiências nutricional, sendo elas de ferro, biotina e zinco. Sendo que o melhor formulário de triagem para nosso paciente é o MiniAvaliação Nutricional.Onde temos um questionário desenvolvido para o estado nutricional do idoso, e podemos classifica-lo como um paciente desnutrido. Diante dessa constatação temos de fazer uma dieta quereponha os déficits nutricionais desse paciente, levando em conta suas doenças pré-existentes nesse caso, Hipertensão Arterial, e Diabetes. Como o paciente teve uma melhora significativa, ele agoraprecisa estar ciente que precisa ter uma dieta hipossódica devido a hipertensão arterial, comer mais frutas e hortaliças, mais fontes de ferro como feijão , ovos, ter pelo menos uma refeição ao dia quepossua 1 a duas porções pescados, aves, carnes. Não ingerir muitos Pães, massas devido a sua, diabetes. E claro ingerir mais líquidos.


3. Considerações finais: Durante esse processo de aprendizadoda nutrição aplicada a enfermagem, posso descrever que é muito importante estar ciente da rotina alimentar do paciente através do exame físico e de conversa com o mesmo ou com seus familiares parapoder saber se existe alguma falta de nutrientes, assim como uma boa triagem nutricional para poder saber as condições desse paciente,sempre levando em conta as doenças pré existentes, e as condições emque o paciente se encontra. Para poder ajuda-lo a melhorar, ter uma melhor condição de vida, e para que possamos dar uma melhor assistência a esse paciente.

4. Referências Bibliográficas:...