Normas mps.br

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3735 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
___________________________________________________________________________
Faculdade de Tecnologia de Jales

TRABALHO NORMAS MPS.BR

PROFESSOR: MARCELO TADEU BOER

ALUNO: VAGNER LOPES DOS SANTOS















SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO........................................................................
2 DESCRIÇÃO SOBRE A NORMA MPS.BR...............................
3 EMPRESAS BRASILEIRAS CERTIFICADAS POR ELA.........
REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS...........................................

INTRODUÇÃO

MPS.BR é a sigla de Melhoria de Processos do Software Brasileiro, modelo este que foi criado pela Softex e patrocinado pelo MCT, e estáem desenvolvimento desde dezembro de 2003 e é coordenado pela Associação para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro(SOFTEX), contando com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia(MCT) , da Financiadora de Estudos e Projetos(FINEP) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID)
O MPS.BR é uma adaptação para as empresas brasileiras – em especial micro, pequenas e médias empresas– de um modelo de maturidade de processos de desenvolvimento de software conhecido internacionalmente como CMMI-DEV.
Modelos e normas usadas para como base para o surgimento do MPS.BR
* ISO/IEC 12207 – A norma ISO/IEC 12207 e suas emendas 1 e 2 estabelecem uma arquitetura comum para o ciclo de vida de processos de software com uma terminologia bem definida. Contém processos, atividades etarefas a serem aplicadas durante o fornecimento, aquisição, desenvolvimento, operação e manutenção de produtos de software e serviços correlatos.
* ISO/IEC 15504 – A ISO/IEC 15504 presta-se à realização de avaliações de processos de software com dois objetivos: a melhoria de processos e a determinação da capacidade de processos de uma unidade organizacional.
* CMMI – O CMMI (Capability MaturityModel Integration) é um modelo de maturidade para o desenvolvimento de software. Sendo um conjunto de boas práticas para o desenvolvimento de projetos, produtos, serviços e integração de processos.
Motivação
O Brasil é um país cujo desenvolvimento de produtos de software está entre os maiores do mundo, e a cada dia, aumenta o nível de exigência por parte dos clientes no que diz respeito àqualidade e complexidade dos produtos. A partir deste ponto, podemos observar que as empresas estão buscando cada vez mais a maturidade nos seus processos de software para atingir padronizações de qualidade e produtividade internacionais, que são essenciais para a sobrevivência no mercado de TI.
Porém, o custo de uma certificação para uma empresa pode ser de até US$ 400 mil, o que se torna inviávelpara empresas de micro, pequeno e médio porte. Então, em uma parceria entre a Softex, Governo e Universidades, surgiu o projeto MPS.Br (melhoria de processo de software brasileiro), que é a solução brasileira compatível com o modelo CMMI, está em conformidade com as normas ISO/IEC 12207 e 15504, além de ser adequado à realidade brasileira.

MPS.BR e seu diferencial

O diferencial da certificaçãoMPS.BR se firma, principalmente, pela graduação de sua escala de implementação. A proposta brasileira, diferente do CMMI, coloca sete níveis de alcance, atenuando, dessa forma, a escalada ao topo da qualidade. Isso significa que, ao adotar o MPS.BR, a empresa poderá chegar a um nível inicial de maturidade e capacidade, com um grau menor de esforço e de investimento, ganhando fôlego para continuara caminhada rumo à qualificação plena.

Padrões internacionais

A necessidade de trabalhar com uma proposta brasileira de certificação em qualidade como o MPS.BR surgiu a partir do interesse de muitas empresas em produzir sistemas e componentes de acordo com padrões internacionais de processos de qualidade de software. Obter uma certificação em MPS.BR é uma forma viável de ascender em...
tracking img