Neologismos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5615 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Anais do SIELP. Volume 2, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2012. ISSN 2237-8758

MALABARISMOS LEXICAIS NA LITERATURA: OS NEOLOGISMOS VISITAM A SALA DE AULA Solange Maria Moreira de CAMPOS Centro Universitário de Belo Horizonte-Uni-BH solangemoreira@terra.com.br RESUMO: A análise das formações neológicas presentes na literatura contemporânea para crianças e jovens permite verificar que taisinovações colaboram fortemente para a ampliação vocabular dos alunos leitores. O trânsito dos novos itens lexicais nos textos trazem dinamismo ao texto por seu caráter lúdico e bem-humorado. Os recursos expressivos da língua, ao transitarem esteticamente no cenário textual, em seus vários planos (fonológico, morfossintático e léxico-semântico), dão forma à linguagem literária, resgatando o jogo verbal noque tange à correção e à inventividade linguística. Autores criativos trazem para suas produções uma linguagem inovadora, totalmente divorciada dos “inhos”, que menosprezam a inteligência do aluno/leitor, do didatismo e das lições de moral. Com este estudo, pretende-se demonstrar a função lúdica dos neologismos na literatura, como também atiçar a curiosidade de leitores e professores para uma dasparticularidades do dinamismo da língua – a criação neológica – e oferecer mais uma possibilidade de leitura dos textos de ficção na sala de aula. Busca-se pontuar um dos elementos básicos da poética contemporânea – a renovação lexical – que se realiza no tecido textual por meio da valorização dos recursos oferecidos pela língua e, a partir dela, sugerir uma nova possibilidade dos estudoslinguísticos e da literatura na escola. PALAVRAS-CHAVE: ensino do léxico; neologia; literatura infantojuvenil; normas neolúdicas.

INTRODUÇÃO

Na leitura e análise de algumas produções literárias contemporâneas para crianças e jovens observa-se o emprego recorrente de formações neológicas na tessitura textual e percebe-se que os seus autores pretendem produzir humor e brincar com as palavras, matériaprima colocada a sua disposição. Ao edificarem suas histórias ou poemas, privilegiam a expressividade e o lúdico. Consequentemente, os recursos expressivos da língua, ao transitarem esteticamente no cenário textual, em seus vários planos – fonológico, morfossintático e léxico-semântico –, dão forma à linguagem literária, resgatando o jogo verbal no que tange não só à correção e à adequação, mas àinventividade linguística. O texto literário apresenta-se, pois, como corpus ideal para que se vivencie a língua materna em todas as suas possibilidades, estabelecendo uma relação de empatia que redunda em conhecimento, ludicidade e prazer. A nova palavra criada é bailarina e desliza sobre a página branca do papel, executando malabarismos de toda ordem: sintáticos e semânticos. Manipulada commestria, assume a forma pretendida pelo talento do autor, submetendo-se docilmente e gerando as variações infinitas do jogo verbal que encanta e seduz: natural e neológica como a própria criança. Ao fazerem uso desses artifícios, os escritores demonstram conhecer o sistema linguístico e se apoiam em sua sensibilidade e intuição de artífices e artesãos da palavra para se

Anais do SIELP. Volume 2,Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2012. ISSN 2237-8758

2 expressarem através de todos os meios que a língua lhes oferece, numa harmonia bem trabalhada para gerar expressividade, pois ali nada parece artificial ou gratuito. Os procedimentos usados para a criação dos novos itens lexicais resultam de uma mistura saudável de recursos, que transforma a língua em um grande móbile e, longe de empobrecêla oudescaracterizá-la, essa manipulação linguística exercida com genialidade e conhecimento lhe confere feição nova, ressaltando seu potencial expressivo alcançado pela novidade e, ao mesmo tempo, pelo estranhamento de algumas construções. O leitor se surpreende com a ousadia das criações. É possível, então, perceber que esses autores, cada um a sua maneira, têm consciência do funcionamento da...
tracking img