Museu da lingua portuguesa - linha do tempo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2733 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Linha do Tempo

São Paulo
Março de 2013
1500
Brasil: século do XVI ao XIX
Em 1500, teve início outro capitulo da história da língua portuguesa. Dessa vez, no território hoje brasileiro.
 Quando os portugueses desembarcaram em nossa costa, estima-se que havia aqui cerca de 1.200 povos indígenas, falantes de mais de mil línguas diferentes.
 Algumas décadas depois, com o processo decolonização, foram trazidos da África para o Brasil numerosos contingentes de negros escravizados. Calcula-se que tenham entrado compulsoriamente no país mais de 4 milhões de indivíduos, originários de diferentes regiões do continente africano, com línguas e culturas também diversas.
 Povos indígenas e povos negros, ambos marcaram profundamente a cultura do colonizador português que se estabeleceu aqui,dando origem a uma variação da língua portuguesa – mestiça brasileira. De lá para cá, não se pode mais falar de língua portuguesa sem falar do Brasil.
 
 
1530
Primeiros contatos
Os primeiros contatos entre índios e portugueses ocorreram com povos de origem tupi que habitavam a costa. De modo geral, no início, esses encontros visavam apenas ao escambo: os portugueses distribuíam facas,machados e outros artefatos e, em troca, os índios enchiam suas caravelas com o pau-brasil.
 A partir de 1530, Portugal começou a enviar para cá expedições com a missão de povoar e colonizar o Brasil. A primeira vila fundada oficialmente foi São Vicente, no litoral paulista, em 1532. Depois, foi a vez de salvador, na Bahia, em 1549.
 Essas vilas foram as primeiras portas oficiais de entrada da línguaportuguesa, no Brasil. No entanto, os poucos europeus que se estabeleceram aqui nos primeiros tempos acabaram, na maioria, aprimorando a língua do indígena.
 

1540
As primeiras línguas africanas faladas no Brasil
No século XVI, o comércio de açúcar havia se tornado um negócio muito lucrativo na Europa, e os colonizadores portugueses resolveram introduzi-lo no Brasil.
Depois de muitastentativas fracassadas de utilizar indígenas como escravos no trabalho das plantações de cana de açúcar, os senhores de engenho preferiam importar negros escravizados da África.
 Os primeiros grupos trazidos em escravidão para cá eram compostos, na maioria, de povos que falavam línguas da família banto, principalmente o quicongo, o quimbundo e o umbundo. Essas línguas viriam a marcar profundamente oportuguês do Brasil. Nós nem  nos damos conta, mas, em nossas conversas, do dia a dia, utilizamos inúmeras palavras do banto.
 
 
1550
As línguas gerais do Brasil
Para povoar a capitania de São Vicente, região que daria origem à província de São Paulo, foram enviados grupos de colonos portugueses, que em geral passavam a viver com as índias locais. Desse convívio resultou uma geração mestiça(mameluca), que falava a língua materna, ou seja, o tupi.
 Com o passar do tempo e o crescimento dos povoados, a comunicação entre os membros dessa sociedade – índios, mamelucos e portugueses – acabou gerando uma língua franca, de base tupi, que receberia o nome de língua geral paulista.
 Durante cerca de dois séculos, essa língua predominou na província de São Paulo e generalizou-se. Os padresjesuítas difundiram seu uso na catequização de índios e os bandeirantes, em suas incursões pelo Brasil.
 Em meados do século XVII, durante a colonização da Amazônia, repetiram-se muitas das condições para que ali também surgisse uma língua franca, de base tupinambá, chamada de língua geral amazônica ou nheengatu (fala boa). Ao contrário da língua geral paulista, que caiu em desuso na segunda metadedo século XVIII, o nheengatu sobreviveu até hoje, sendo falado por cerca de 8 mil brasileiros.
 
1700
Outros falantes africanos no Brasil
A partir do fim do século VVII e ao longo do século XVIII, foram descobertas ricas jazidas de ouro e de diamantes em Minas Gerais, na Bahia, em Goiás e Mato Grosso.
 Para os serviços de mineração, os donos dos garimpos importaram grandes quantidades de...
tracking img