Mps.br

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GESTAO DE SISTEMAS COOPORATIVOS


2012



GESTAO DE SISTEMAS COOPORATIVOS

Documento desenvolvido na disciplina “GESTAO DE SISTEMAS COOPORATIVOS” da Faculdade Anchieta sob a orientação do Prof. Edmilson Oliveira.

São Bernardo do Campo
2012
Sumári
1. Introdução
1.1 O que é Qualidade? 5
1.2 História 5
1.3 Reconhecer a Necessidade do Cliente 11
1.4 Melhoria deProcessos do Software Brasileiro 12

2. Processos Melhorias
2.1 MR-MPS (Modelo de referência para melhoria do processo de software) 13
2.2 MA-MPS (Método de avaliação para melhoria do processo de software) 14
2.3 MN-MPS (Modelo de negócio para melhoria do processo de software) 14

3. Softex
3.1 Softex a idealizadora. 15
3.2 Objetivos 15
3.3 Abrangência 153.4 Coordenação Geral (SOFTEX) 15
3.5 Conselho de Gestão do Programa (CGP) 16
3.6 Equipe Técnica do Modelo (ETM) 16
3.7 Fórum de Credenciamento e Controle (FCC) 16
3.8 Comissão de Ética do Programa (CEP) 17

4. CMM
4.1 O que é CMM 17
4.2 Modelo de maturidade 18
4.3 Os 5 Níveis de Maturidade do CMM 18
4.4 Nível 1: Inicial 18
4.5 Nível 2:Repetível 19
4.6 Nível 3: Definido 19
4.7 Nível 4: Gerenciado 20
4.8 Nível 5: Otimizado 21

5.CMMI
5.1 O que é CMMI 22
5.2 Histórico 23
5.3 Dimensões 23
5.4 Disciplinas 23
5.5 Representações 24
5.6 Representação Continua 24
5.4 Representação Por Estágios 25
5.5 Áreas de Processo 25
5.6 Nível 1: Inicial (Ad-hoc) 25
5.7 Nível2: Gerenciado / Gerido 25
5.8 Nível 3: Definido 26
5.9 Nível 4: Quantitativamente gerenciado / Gerido quantitativamente 26
5.10Nível 5: Em otimização 26
5.11Modelos e áreas de processo 26

6. ISO/IEC 15504
6.1 ISO/IEC 15504 27
6.2 Histórico de Avaliações 27

7. MPS-BR
7.1 MPS.BR – Mitos e verdades a respeito de um modelo de maturidade 27
7.2 1. Modelos dematuridade só se preocupam com processos. A competência das pessoas é desconsiderada. 28
7.3 2. Modelos de maturidade estão ressuscitando o taylorismo. Um grupo de pessoas completamente alheias à realidade de quem “põe a mão na massa” cria um bando de processos burocráticos. 29
7.4 3. Scrum ou XP são preferíveis ao CMMI / MPS.BR porque usam uma abordagem iterativa e não cascata. 297.5 4. Dezoito meses é o tempo necessário para se avaliar com um sucesso uma empresa no nível G do MPS.BR. 29
7.6 5. O MPS.BR é burocrático demais. Se eu for gerar todos os documentos que são solicitados pelo modelo, não tenho tempo para fazer o mais importante: software de qualidade. 30

8. GPR
8.1 GPR1. O escopo do trabalho para o projeto é definido; 31
8.2 GPR 6. Os riscos doprojeto são identificados e o seu impacto, probabilidade de ocorrência e prioridade de tratamento são determinados e documentados; 31
8.3 GPR 7. Os recursos humanos para o projeto são planejados considerando o perfil e o conhecimento necessários para executá-lo; 32
8.4 GPR 13. O progresso do projeto é monitorado com relação ao estabelecido no Plano do Projeto e os resultados sãodocumentados; 33
8.5 GRE 1. O entendimento dos requisitos é obtido junto aos fornecedores de requisitos; 34

9. MED2
9.1 MED2 - Um conjunto adequado de medidas, orientado pelos objetivos de medição, é identificado e/ou definido, priorizado, documentado, revisado e atualizado. 35




11.Bibliografia: 39



O que é Qualidade?

A qualidade é relativa.
“ O que é qualidade para umapessoa, pode ser falta de qualidade para outra.”
G.Weinberg
A idéia de qualidade é aparentemente intuitiva; contudo, quando examinado mais, longamente, o conceito se revela complexo. Definir qualidade para estabelecer objetivos, é assim, uma tarefa menos trivial do que aparenta a princípio.
A noção de qualidade pode ser relativa e introduz as dificuldades básicas relacionadas ao tratamento...
tracking img