Monopolio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1197 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACCAMP
FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA
GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
6° SEMESTRE


















TÍTULO DA MONOGRAFIA







RAFAEL FURLAN

RA: 9351






ORIENTADOR: João Batista












DEZEMBRO 2011



FACCAMP
FACULDADE CAMPO LIMPO PAULISTA
GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
6° SEMESTRETÍTULO DA MONOGRAFIA





__________________________________
RAFAEL FURLAN
RA: 9351














NOVEMBRO 2011




RESUMO




O trabalho focaliza-se em um estudo de Concorrência perfeita, Monopólio e Oligopólio.





ÍNDICE




INTRODUÇÃO 5


CAPÍTULO I - DE COMO A DIVISÃO DO TRABALHO ETC. 10

I.1 - Conceitos básicos 10
I.1.1 -Divisão do trabalho 10

CAPÍTULO II - DE COMO A EXTENSÃO DO MERCADO ETC. 11

II.1 - Conceitos básicos 11
II.1.1 - Extensão dos mercados 11

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 12





[Se o trabalho tiver sido digitado dentro do modelo monogr1.dot, basta inserir aqui o comando “inserir índice analítico”]




INTRODUÇÃO




A tendência natural de todo comerciante é maximizarseu lucro; e a de todo comprador é buscar o menor preço possível. Dessa relação, e das diversas situações que ela enseja, provêm os diversos tipos de mercado que podem ser agrupados em três categorias principais: concorrência, monopólio e oligopólio.








CAPÍTULO I - MONOPOLIO.






I.1 - Conceitos básicos


Em linhas gerais, monopólio significa ausência de concorrência eexistência de um único fornecedor. No monopólio, o fornecedor de produtos pode impor qualquer preço a suas mercadorias ficando, entretanto, sujeito ao nível de vendas dele decorrente. Como geralmente o mercado compra tanto menos quanto maior for o preço, o monopolista fixa o preço que lhe dá maior lucro tendo em vista a relação entre custo e produção. Ao reduzir a produção, o monopolista podeaumentar o preço já que é o único fornecedor. Além disso, se o monopolista não teme a entrada de nenhum concorrente, optará pelo preço que maximize o lucro puxando-o para cima. Se a entrada de um novo concorrente for difícil mas não impossível, o monopolista, por ser o “dono” do mercado, pode optar por fixar um preço suficientemente baixo para desestimular a entrada de qualquer concorrente. Por essae outras razões, os monopólios não são muito bem vistos por grande parte dos consumidores.






I.1.1 - Divisão do trabalho

No capítulo sobre a divisão do trabalho, Adam Smith apresenta etc. etc





[Copiar o modelo desta página para cada início de capítulo]




CAPÍTULO II - OLIGOPOLIO.






II.1 - Conceitos básicos



Combina as características do monopólioe da concorrência. Nos oligopólios há poucos fornecedores e cada um detém uma parcela grande do mercado, de forma que qualquer mudança em sua política de vendas afeta a participação de seus concorrentes e os induz a reagir. Por exemplo, se um fornecedor reduzir o preço abaixo do nível geral do mercado, ele atrai os clientes dos concorrentes. Se os poucos concorrentes baixarem seus preços namesma proporção, de modo que nenhum deles fique em vantagem em relação aos demais, provavelmente o nível geral de lucro se reduzirá. Por isso, numa oligarquia às vezes acontece dos fornecedores fazerem "acordos de cavalheiros" (cartel) e fixarem os mesmos preços como se fosse um monopólio.






II.1.1 - Extensão dos mercadosCAPÍTULO II – CONCORRÊNCIA MONOPOLISTA.






II.1 - Conceitos básicos



Concorrência é a disputa por um mercado de bens ou serviços, entre produtores, para angariar uma fatia maior de clientes. As variáveis que orientam a concorrência mercadológica são o preço, a qualidade do produto, a disponibilidade dos pontos de venda e a imagem dos produtos frente aos consumidores. Diferente da...
tracking img