Monografia surdez

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10648 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RICARDO BELLAFRONTE GREGUIN
MICHEL ESTEFANELI
VALDINEI CARDOSO INÁCIO














A SURDEZ NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO EDUCACIONAL
























GOIOERÊ
2011
RICARDO BELLAFRONTE GREGUIN
MICHLE ESTEFANELI
VALDINE SANTOS












A SURDEZ NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO EDUCACIONAL





Monografia apresentada ao curso deEducação Especial do Esap como requisito para obtenção do titulo de Especialista.

Orientadora: Profª Eliane Campos Ruiz Leite












GOIOERÊ
2011
DEDICATÓRIA



















Dedicamos as nossas famílias e aos nossos colegas de curso.

Dedicamos esse trabalho para Deus que nos auxiliou durante toda essa jornada.AGRADECIMENTOS
















Agradeço a Deus pela força e a coragem de superar os obstáculos.
Aos familiares sempre presentes nos momentos mais difíceis.
Aos professores que nos proporcionaram momentos inesquecíveis.
































































A música mais perfeita dahistória foi composta por um homem surdo: Beethoven (9ª sinfonia)... isso prova que ninguém pode deter uma pessoa, a não ser ela mesma!
(Edson Trokideias Falcão)


RESUMO

O presente teve como objetivo discutir alguns aspectos sobre a escolarização do surdo na perspectiva da inclusão educacional, por meio de uma pesquisa bibliográfica. Nas escolas especiais osurdo tem a possibilidade de conviver com pessoas com as mesmas questões; nas escolas comuns ela estará inserida junto às crianças diferentes. É fundamental, em ambos os casos, o envolvimento familiar. Seja qual for a escolha, a família deverá estar atuando na base de sustentação de sua escolaridade e sociabilidade. Nas cidades de menor concentração demográfica, a tendência é não haver classesespeciais por falta de demanda e, tampouco, escolas especiais. Nesses casos a educação é realizada no ensino regular, com acompanhamento especializado em sala de recursos, no turno inverso ao de sua escolaridade comum. Para tal, o envolvimento da comunidade escolar é necessário para o sucesso do trabalho a ser realizado. Em qualquer situação escolar, a criança surda deve sentir-se aceita, e o seucotidiano deve ser facilitado por todos os que, direta ou indiretamente, convivem com ela.

Palavras-chave: surdez, inclusão educacional, aprendizagem.














SUMÁRIO




INTRODUÇÃO 7
1 REFLEXÕES SOBRE A SURDEZ 9
1.1 CONCEITO DE SURDEZ 10
1.2 CAUSAS DA SURDEZ 11
1.3 CONSEQUÊNCIAS DA SURDEZ 12
2 INCLUSÃO DO SURDO E OS DESAFIOS DA APRENDIZAGEM 14
2.1 IMPORTÂNCIA DALIBRAS 14
2.2 QUESTÕES DO INTÉRPRETE 20
2.3 INSTRUTOR SURDO 24
3 DEFICIÊNCIA AUDITIVA E APRENDIZAGEM ESCOLAR DO SURDO 29
3.1 PAPEL DA ESCOLA 29
3.2 PAPEL DO PROFESSOR 31
CONCLUSÃO 35
REFERÊNCIAS 36









INTRODUÇÃO

A história do ensino aprendizagem de indivíduos com surdez é marcada por grandes elos filosóficos perceptíveis, deforma que devem ser observados e ser compreendidas desde o seu momento passado de forma a cooperar para uma estrutura de uma proposta bilíngue.
O fato de o surdo adquirir o domínio dessas duas línguas o traz uma enorme contribuição para o desenvolvimento em todas as áreas de conhecimento para o mesmo sendo cognitivo sócio afetivo e motor, ao identificar a LIBRAS como um meio de comunicação, comtodo o potencial significativo, comparado a de uma língua oral, e também interpretado como um artefato de construção meta lingüísticas.
O bilinguismo auxilia para o total desenvolvimento cognitivo da criança surda, fazendo com que a mesma tenha uma visão muito mais ampla de enxergar a vida ampliando o pensamento de criação.
Acredita-se que se for analisada a fundo a questão da cultura surda,...
tracking img