Minerologia conceitos basicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Engenheira Agrônoma
Mestre em Produção Vegetal

DEFINIÇÕES

MINERAIS – Trata-se de todo elemento ou composto químico que
possui uma composição química definida e é formado naturalmente
por processos geológicos sem nenhuma influência orgânica.

CRISTAL – Todo mineral que possui uma forma
geométrica definida pode ser caracterizado como
cristal. A forma geométrica adquirida estátotalmente
relacionada com a organização atômica dos
elementos que formam o mineral.

DEFINIÇÕES

O conjunto de possíveis elementos de simetria
encontrados em um cristal é chamado de grau ou classe
de simetria . Na natureza existem 32 graus de simetria,
agrupados de acordo com a similaridade de seus
elementos de simetria em sete sistemas cristalinos, sendo:

ORIGEM

Os minerais podem serclassificados de acordo com sua
origem, sendo:

Minerais magmáticos são aqueles
que resultam da cristalização do
magma e constituem as rochas
ígneas ou magmáticas.
Diamante

ORIGEM

Minerais metamórficos originam-se
principalmente
pela ação da
temperatura, pressão litostática e
pressão das fases voláteis sobre
rochas magmáticas, sedimentares e
também
sobre
outras
rochasmetamórficas.

Granada

ORIGEM

Minerais sublimados são
aqueles formados diretamente da
cristalização de um vapor, como
também da interação entre
vapores e destes com as rochas
dos condutos por onde passam.

Enxofre

ORIGEM

Minerais pneumatolíticos são
formados pela reação dos
constituintes voláteis oriundos
da cristalização magmática,
desgaseificação do interior
terrestre ou dereações
metamórficas sobre as rochas
adjacentes.

Turmalina

ORIGEM

Minerais formados a partir de soluções originam-se pela
deposição devido a evaporação, variações de temperatura,
pressão, porosidade, pH e/ou eH.

Gipsita

Evaporação do solvente: neste processo a
precipitação
ocorre
quando
a
concentração ultrapassar o coeficiente de
solubilidade pelo processo de evaporação,fato que ocorre principalmente em regiões
quentes e secas, formando sulfatos
(anidrita, gipsita etc.), halogenetos (halita,
silvita etc.) etc.

ORIGEM

Perda de gás agindo como solvente:
processo que ocorre quando uma
solução contendo gases entra em
contados com rochas provocando
reação, a exemplo do que ocorre
quando solução aquosa contendo
dióxido de carbono entra em contato
comrochas calcárias, caso em que o
carbonato de cálcio é parcialmente
dissolvido formando o bicarbonato de
cálcio
(CaH2(CO3)2),
composto
solúvel na solução.

Caverna calcária

ORIGEM

Diminuição da temperatura e/ou pressão: as soluções de origem
profunda resultantes de transformações metamórficas (desidratação,
descarbonatação, etc.) ou de cristalizações magmáticas normalmente
contêmsignificativas quantidade de material dissolvido. Quando essas
soluções esfriam ou a pressão diminui, formam-se minerais
hidrotermais, depositados na forma de veios ou filões.

Quartzo

ORIGEM

Interação de soluções: O encontro de
soluções aquosas com solutos
diferentes,
ao
interagirem,
pode formar composto insolúvel ou
com coeficiente de solubilidade bem
mais baixo, que seprecipita. Como
exemplo pode ser citado o encontro de
uma solução com sulfato de cálcio
(CaSO4)
com
outra
contendo
carbonato
de
bário
(BaCO3),
resultando na formação de um
precipitado de barita (BaSO4).

Barita

ORIGEM

Interação de gases com soluções: A
passagem de gás por uma solução
contendo íons pode gerar precipitados,
a exemplo do que ocorre com a
passagem de H2S (gássulfídrico) por
uma solução contendo cátions de Fe,
Cu, Zn etc.,
formando sulfetos de
ferro como pirita (FeS2), calcopirita
(CuFeS2), esfalerita (ZnS), etc..

Pirita

ORIGEM

Ação de organismos sobre soluções: Esse
processo resulta da ação dos organismos
vivos, animais ou vegetais, sobre as
soluções. Dessa forma um grande número
de seres marinhos (corais, crinóides,
moluscos etc.)...
tracking img