Micologia - criptococose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CRIPTOCOCOSE


















INTRODUÇÃO

MICOSES SISTÊMICAS

A história natural das micoses sistêmicas em área endêmica inicia-se na infância ou adolescência, quando acontece o primeiro contato com fungo por inalação de propágulos, produzindo lesão pulmonar primária comumente assintomática, com tendência à regressão espontânea, deixando lesões residuais ou quiescentes. Adisseminação hematogênica depende da capacidade de resposta do hospedeiro ou da quantidade de propágulos inalados.
Têm-se detectado importante e progressivo aumento das infecções fúngicas sistêmicas, principalmente em pacientes imunossuprimidos. Nos pacientes com SIDA, as micoses sistêmicas merecem atenção especial, pois tendem a se disseminar.


CRIPTOCOCOSE

A infecção criptococócicatem distribuição mundial sem uma área endêmica definida. Pode ser causada por duas variantes do Cryptococcus neoformans: C. neoformans variante neoformans e C. neoformans variante gatti, sendo a primeira mais prevalente. A variedade neoformans do fungo é a mais comum, inclusive no Brasil, e também a associada com doença em imunossuprimidos, sendo predominante nos casos de Aids.
Cada variedadecompreende dois sorotipos fúngicos, na variedade neoformans, os sorotipos A e D, e na variedade gatti os sorotipos B e C. A variedade gatti é limitada ás regiões tropical e subtropical, ocorre na Austrália, Sudeste da Ásia, áfrica Central e Sul da Califórnia, áreas que apresenta associação com doença em hospedeiros imunocompetentes. As características da doença causada por essas duas variedades são asmesmas, bem como a sensibilidade.
Nas últimas décadas, a criptococose destacou-se como doença parasitária emergente. A criptococose tem como agente causal o Cryptococcus neoformans, que tem contato inicial com o hospedeiro através da inalação de propágulos viáveis aerossolizados provenientes de fontes saprofíticas ambientais, os quais, no trato respiratório, podem resultar em infecçãoprimária, com formação de complexo gânglio-pulmonar primário e disseminação hematogênica para qualquer órgão, atingindo principalmente o sistema nervoso central.


ETIOLOGIA

O Cryptococcus neoformans é um fungo saprófito com uma cápsula polissacarídica característica. Seu nicho ecológico é pouco definido, mas tem sido associado com excretas de pombos e outros pássaros. Apresenta uma fase sexuada, naqual a reprodução ocorre após conjugação de duas cepas compatíveis, o que possibilita a grande diversidade genética. Nesse caso, forma-se um pseudomicélio (hifas longas com septos) e basidiósporos, de cuja germinação podem originar-se células leveduriformes. Nas células leveduriformes ocorre reprodução assexuada por meio de brotamento único ou duplo, raramente múltiplo. Essa fase leveduriforme éa habitualmente encontrada na doença humana ou animal. Apresenta-se como estruturas esféricas ou globosas, com 3 a 8µ de diâmetro, geralmente com uma cápsula espessa de material mucopolissacarídico,cápsula esta relacionada com a capacidade invasiva e patógena do fungo.
[pic]
Fig 1. Ciclo reprodutivo do Cryptococcus neoformans

C. neoformans é identificado por um conjunto de característicasfisiológicas e bioquímicas. Não fermenta açúcares; assimila, por metabolismo oxidativo, como única fonte de carbono, a galactose, sacarose, maltose, trealose. Melizitose, D-xilose, L-raminose, sorbitol, manitol, dulcitol, D-manitol, α-metil-d-glucosídeo, salicina, inositol, além da glicose e frutose. O nitrato não é aasimilado como única fonte de nitrogênio inorgânico; também não sofre redução anitrito. Hidrolisa uréia, devido à capacidade de produzir uréase quando cultivado em meio de ágar uréia de Christensen. É sensível à cicloeximida, não crescendo nos meios seletivos com cicloeximida nas concentrações de 0,2 a 0,5%, embora alguns isolados possam crescer em concentrações mais baixas.


PATOGENIA

A criptococose em humanos normalmente ocorre quando o fungo é aerolizado e...
tracking img