Micologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1250 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Departamento de Microbiologia Instituto de Ciências Biológicas Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antônio Carlos 6627. 31270-901 Belo Horizonte MG Tel: 31 3409-2756 e 3409-2728 Fa�: 31 3409-2730

Agentes Etiológicos das Micoses Oportunistas
Introdução

A maioria dos fungos são microorganismos saprofíticos, que vivem da degradação de restos orgânicos, sobretudo, no solo. Podem, também,viver como seres comensais. Porém, diversos fungos, presentes no meio ambiente ou integrantes da microbiota indígena do homem, podem, em determinadas situações, tornarem-se patogênicos. Nessas ocasiões, podem provocar quadros clínicos variáveis, desde processos benignos a septicemias, que se não forem diagnosticados e tratados em tempo, podem se tornar fatais. Todas as vezes que o organismo humanoencontra-se debilitado por causas diversas, criam-se oportunidades para que um fungo torne-se patogênico. Essas causas incluem fatores intrínsecos, ligados ao hospedeiro, e fatores extrínsecos, conforme o quadro.
Agentes Etiológicos das Micoses Oportunistas - Departamento de Microbiologia - ICB/UFMG - Net Micro

Os fungos mais comumente isolados de infecções oportunistas são Candida albicans eoutras espécies; Cryptococcus neoformans; Aspergillus (predominando o Aspergillus fumigatus); Fusarium sp., Cephalosporium sp., Zigomicetos (Mucor, Absidia, Rhizopus); Basidiomicetos (Coprinus delicatus); Geotrichum candidum; Rhodotorula rubra, Cladophialophora bantiana, Exophiala sp. Nos últimos anos, principalmente, com o aumento do número de casos de infecção pelo HIV, as infecçõesoportunistas têm sido caracterizadas pelo aumento de sua freqüência, pela diversidade dos fungos isolados e pelo aumento da gravidade das infecções.



Febre persistente de etiologia indeterminada em imunocomprometido é indicação de hemocultura para fungos.
Candidíase Etiologia

É a micose oportunista mais comum em pacientes imunocomprometidos. Causada por fungos leveduriformes do gênero Candida. Asespécies mais freqüentes causadoras de candidíase são: Candida albicans (70%), C. tropicalis (6,9%), C. glabrata (6,6%), C. parapsilosis (,9%), C. Krusei (,7%).
Manifestações clínicas

A candidíase oral é a manifestação clínica mais comum. A candidíase esofágica está associada a imunodepressão mais profunda. Candidíase gastrointestinal está mais relacionada ao câncer terminal e àantibioticoterapia prolongada. Pode ocorrer candidíase sistêmica e candidemia, mais freqüente nos pacientes pós-transplante, portadores de lesão ou prótese de valvas cardíacas, portadores de leucemia e nos submetidos à nutrição parenteral prolonga- Candida albicans. Ilustração: Mário Silva da.
Diagnóstico laboratorial
Exame direto
Agentes Etiológicos das Micoses Oportunistas - Departamento deMicrobiologia - ICB/UFMG - Net Micro

As leveduras, nos esfregaços corados, apresentam-se sob a forma de células filamentosas ou gemulantes, Gram-positivas.
Cultura e identificação

As várias espécies apresentam colônias cremosas brancas. Isoladas as colônias suspeitas, fazse o exame microscópico para confirmar o diagnóstico. Posteriormente, após dados micromorfológicos e bioquímicos, identifica-se aamostra isolada.
Provas sorológicas

Eventualmente, pode-se utilizar reações de soro-aglutinação e de fixação do complemento.



Criptococose

Principalmente, uma infecção oportunista, ocorrendo com grande freqüência em pacientes imunodeprimidos, quase sempre sob a forma de lesões nos pulmões ou sistema nervoso central. Com a epidemia de AIDS, sua freqüência tem aumentado,significativamente.
Etiopatogênese

É provocada, principalmente, por  variedades de Cryptococcus: • C. neoformans var. neoformans (sorotipos A e D) • C. neoformans var. gattii (sorotipos B e C) O Cryptococcus pode penetrar no hospedeiro por via inalatória, oral ou transdérmica. Normalmente, é inalado e causa, inicialmente, uma infecção pulmonar. A principal defesa do hospedeiro é a fagocitose, dependente de...
tracking img