Metodos e tecnicas de pesquisa em educação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1672 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Primeiro tema: Alfabetização

A prática educativa é de grande significância na formação do educando-cidadão. Assim, uma análise reflexiva dos principais problemas cotidianos enfrentados na sala de aula pelos alunos e professores, em suas interações, enquanto sujeitos inerentes do processo educacional precisa ser observada diariamente para que ocorra uma evolução qualitativa do ensinoaprendizagem.
.É essencial que o exercício do profissional de educação seja imbuído de uma formação profunda, crítica, para que ele possa acompanhar as transformações que se impõem no contexto da sociedade. Nesse sentido, quando de uma análise do compromisso do docente de ensino, é possível inferir que seu cotidiano resulta ou é resultante de componentes históricos e estruturais conhecidos, e deconjunturas desfavoráveis que tornam complexas seu modo de pensar e agir. Tal passado circunscreve, de modo ponderável, o seu presente e suas perspectivas de ação.
No sistema escolar, o professor deve tornar seu saber pedagógico uma ferramenta desencadeadora de mudanças, não somente ao nível da escola que é parte integrante, mas também ao nível do sistema social, econômico e político. O professor deveráser uma fonte inesgotável de conhecimentos no cotidiano de sala de aula, retirar dos elementos teóricos que permitam a compreensão e um direcionamento a uma ação consciente. Também deve procurar superar as deficiências encontradas e recuperar o real significado do seu papel como professor, no sentido de apropriar-se de um fazer e de um saber fazer adequados ao momento que vive a escola atual.Atualmente, muitos professores ainda definem erroneamente o processo de alfabetização como sinônimo de uma técnica. De acordo com Ferreiro, tradicionalmente, as decisões a respeito da prática alfabetizadora tem-se centrado na polêmica sobre os métodos utilizados. Métodos analíticos contra os métodos sintéticos, fonéticos, contra global, entre outros. O método, segundo a autora,
não criaconhecimento. O que é correto, seria se interrogar, “através de que tipo de prática a criança é introduzida na linguagem escrita, e como se apresenta esse objeto no contexto escolar?”.
Existem práticas que levam a criança às convicções de que o conhecimento é algo que os outros possuem e que só se pode adquirir da boca destes, deixando, assim, de ser participante da construção. Outras práticas, no entanto,levam o aluno a participar da construção do conhecimento. Segundo Ferreiro o desenvolvimento da alfabetização ocorre em um ambiente social. Mas as práticas sociais assim como as informações sociais, não são recebidas passivamente pelas crianças.
Ferreiro afirma que o professor, para ser eficaz, deverá adaptar seu ponto de vista ao da criança. A pesquisadora mostra que a criança constrói seusconhecimento sobre a escrita. Portanto, é necessário que o professor considere essas fases da aquisição da escrita ao trabalhar a alfabetização.

"... A minha contribuição foi encontrar uma explicação segundo a qual, por trás da mão que pega o lápis, dos olhos que olham, dos ouvidos que escutam, há uma criança que pensa" (Emília Ferreiro)


Segundo tema: Violência Escolar

O trabalho docenteconstitui o exercício profissional do educador, representando seu primeiro compromisso com a sociedade. Sua responsabilidade, frente aos novos tempos e a uma nova era que se impõe, é a de preparar os alunos para se tornarem cidadãos ativos e participantes na família, no trabalho e na vida cultural e política. É, portanto, uma atividade fundamentalmente social, porque contribui para aconscientização e a conquista democrática.
Porém diante de tantos compromissos que a escola tem para com seu educando, existem pressupostos contraditórios como falta de políticas públicas mais consistentes e duradouras, escolas em péssimo estado físico de conservação, adversas condições sociais e econômicas da comunidade infanto-juvenil, pouca participação das famílias no controle da qualidade da educação...
tracking img