Mercado de derivados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9036 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2010
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Introdução
Com o crescimento do mercado financeiro as empresas buscam alternativas para diminuir os riscos, e a Contabilidade, por sua vez, evolui na mesma proporção para contribuir com esse novo cenário.
Baseado no Postulado da Continuidade, toda empresa deve buscar alternativas que direccionem ao crescimento e diminuam riscos. Uma forma de uma empresa aumentar seu parque industrial, ouaté mesmo por necessidade de caixa, é captar recursos de terceiros, seja abrindo seu capital ou, com empréstimos bancários.
Com a constante busca por menor risco e por crescimento, muitas empresas aderem às alternativas do mercado financeiro, para se protegerem de qualquer oscilação financeira, que pode ser de taxa de juros ou, de moeda estrangeira, em caso de captações no exterior.
É nestecontexto que surgem os derivativos financeiros. Para compreender os produtos derivados é necessário entender que estes instrumentos surgiram como uma resposta aos riscos já referidos. No mundo empresarial o risco está associado à variação dos preços que têm reflexos ao nível dos resultados e dos cash-flows gerados pelas empresas. Quando esta variação é acentuadamente negativa pode por em causa a vida daprópria empresa.
No âmbito da disciplina de Mercados Financeiros, foi-nos proposto a elaboração de um trabalho, pelo que o tema por nós escolhido foi “Instrumentos Financeiros Derivados”.
Em primeiro lugar referimos a evolução dos Produtos e Mercados de Derivados, abordando a evolução histórica dos derivativos, (esse percurso encontra-se dividido por épocas, e decorre desde a antiguidade até aosnossos dias). Expomos ainda alguns conceitos do mesmo, assim como a sua importância na economia.
No segundo capítulo segue a classificação do Mercado de Derivados, com a distinção entre o Mercado Organizado e o Mercado de Balcão, apresentamos também os intervenientes na bolsa de derivados, descremos de forma sucinta a organização das bolsas de derivados, não esquecendo a importância da Câmara deCompensação.
No Terceiro Capítulo referimo-nos mais exaustivamente aos principais tipos de derivados financeiros transaccionados, a saber, Forwards, Futuros, Swaps e Opções.
2- Evolução dos Produtos e Mercados de Derivados
2.1 - Aparecimento e Evolução histórica

Antes de iniciarmos a pesquisa, admitíamos que os instrumentos financeiros derivados tinham uma história recente, considerávamosser algo apenas da nossa época. Mas apresentamos de seguida textos que confirmam a utilização dos mesmos, ao longo dos séculos, embora com características diferentes.
 
Antigo testamento
São muitos os registos de negociação para entrega diferida ao longo da história da humanidade, como exemplo, e voltando ao antigo testamento, relatamos o acordo feito por Jacob para obter o direito de se casarcom Raquel, este acordo é visto por muitos como um contrato de Opção. Por outro lado, pode ser visto como um contrato Forward onde Jacob fica obrigado a casar com Raquel. O mesmo pode ainda ser encarado como um Swap de trabalho pela mão de Raquel.
No entanto seja qual a interpretação dada ao acordo, será sempre considerado um contrato derivado. (Collins, 1998).
 
Século XII
No Século XII Osvendedores europeus durante as feiras comerciais, assinavam contratos, prometendo-se a entregar mercadorias por eles vendidas. Estes acordos contratuais, possuíam regras formalizadas e modos de conduta específicos, o acordo consistia em trocar bens, num futuro, baseando-se na inspecção de amostras. (Daveis, 2000).

Século XV
No Século XV, Formas primitivas de derivados eram extremamenteutilizadas na actividade do comércio marítimo, devido ao seu alto risco. Os riscos eram transferidos dos proprietários para os financiadores e diversificados em empréstimos chamados “bottomry”. Estes, apenas eram reembolsados quando o navio voltasse. Mais tarde, estes empréstimos evoluíram para o seguro marítimo. (Steinherr, 1998).

Século XVII
Em meados de 1600, nasceu o primeiro mercado de Futuros...
tracking img