menino maluquinho

Páginas: 187 (46723 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE – UNESC
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
CURSO DE MESTRADO EM EDUCAÇÃO

ROSÂNIA MARIA SILVANO BITTENCOURT

MENINOS E MENINAS: UMA ANÁLISE DO MENINO MALUQUINHO, O
FILME, SOB O OLHAR DO GÊNERO

CRICIÚMA
2012

2

ROSÂNIA MARIA SILVANO BITTENCOURT

MENINOS E MENINAS: UMA ANÁLISE DO MENINO MALUQUINHO, O
FILME, SOB O OLHAR DO GÊNERODissertação apresentada como requisito parcial para
obtenção do grau de Mestre em Educação no Curso de
Mestrado em Educação da Universidade do Extremo Sul
Catarinense (Unesc).
Orientadora Profª Drª Giani Rabelo

CRICIÚMA
2012

3

4

5

ROSÂNIA MARIA SILVANO BITTENCOURT

MENINOS E MENINAS: UMA ANÁLISE DO MENINO MALUQUINHO, O
FILME, SOB O OLHAR DO GÊNERO

BANCA EXAMINADORAProfª Dra. Giani Rabelo – Doutora em Educação – Orientadora - UNESC

ProfªDra. Marli de Oliveira Costa – Doutora em Educação – UNESC

Profª Dra. Mônica Fantin – Doutora em Educação – UFSC

6

Aos músicos da minha vida:
Cunha, mentor e grande incentivador musical;
Julio César, psicólogo por profissão e contrabaixista por opção;
Juliana, vocalista;
João Vitor, guitarrista,
que cantam e meencantam a cada dia.

7

AGRADECIMENTOS

Agradeço a todos/as que estiveram ao meu lado e de alguma forma contribuíram
para que este trabalho se tornasse possível.
Às crianças protagonistas desta pesquisa, extensivo aos seus pais/mães que
aceitaram o convite e confiaram no meu trabalho.
À direção da E.M.E.I.E.F. Prof. Moacyr Jardim de Menezes, em especial a
Sandra Maciel Pedroso –Diretora - e Regina Siqueira – Auxiliar de Direção -, por
acatarem o meu pedido para a realização do trabalho de pesquisa no espaço escolar.
A Silemar Medeiros da Silva, professora da Oficina de Artes, e sua assistente, a
bolsista do Grupo de Pesquisa Ensino e Extensão em Educação Estética
GEDEST/UNESC Maria Stela Mendes Rocho pelo suporte material e humano.
Um agradecimento mais que especial aomeu marido Jurandir Bittencourt, o
Cunha, pela paciência e incentivo, sempre. Aos filhos Julio Cesar, psicólogo
empenhado em ajudar a construir conceitos relacionados à psicologia, durante o
desenvolvimento das minhas análises. A Juliana, pelo carinho, incentivo e ajuda
técnica. Ao João Vitor, que, em seus dezoito anos de idade, faz parte da infância
minoritária, uma eterna criança!
Ao grupode professores do Programa de Pós-Graduação em Educação da
UNESC, especialmente os que se dedicaram à construção e problematização de
conceitos específicos nas disciplinas ministradas durante o curso de mestrado em
Educação, professores doutores Vidalcir Ortigara, Paulo Rômulo Frota, Ademir
Damásio e em especial à professora doutora Marli de Oliveira Costa, amiga, vizinha,
grande incentivadorae colaboradora com materiais e ideias que subsidiaram minha
caminhada. A minha orientadora, amiga, também vizinha e grande incentivadora, Giani
Rabelo. Obrigada a ambas pelo convite para participar do Grupo de Pesquisa História e
Memória (GRUPHEME) e por consequência do Grupo de Estudos Gênero e Educação
sobre diversidade (GED) em 2007, quando tudo começou. Inclui-se a esse grupo
também asecretária Vanessa, nossa aliada na parte burocrática e administrativa que
nunca mediu esforços para nos ajudar.

8

Aos colegas de aula, cujos caminhos cruzamos por uns longos seis meses
juntos, debatendo e construindo conhecimentos.
Não poderia deixar de agradecer à professora doutora Mônica Fantin e ao
professor doutor Renato Carola, pelas contribuições no exame de qualificação destetrabalho.
Também à Secretaria Municipal de Educação de Criciúma, que concedeu uma
licença de dezoito meses para cursar as disciplinas e realizar a pesquisa, além da bolsa
de estudos que financiou parte dos custos com o mestrado.
Aos que, com apenas um sorriso, conseguiram me confortar nos momentos de
angústias e incertezas.
A todos/as, MUITO OBRIGADA!!

9

É bom ser criança, ter de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O menino maluquinho
  • O menino maluquinho
  • O menino maluquinho
  • O menino maluquinho
  • Menino Maluquinho
  • o menino maluquinho
  • Resenha "O menino maluquinho"
  • O menino maluquinho ppt

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!