Melquisedeque

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 76 (18946 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LIVRO DE MELQUISEDEQUE
A História de um Vaso
Capitulo I
Estava descansando sob a sombra do Carvalho de Mambré junto à minha tenda, quando vi chegar
apressadamente um dos servos de meu sobrinho Ló. Quase sem fôlego, ele passou a relatar-me
sobre a tragédia: Houvera no dia anterior uma batalha entre as cidades da planície, envolvendo
quatro reis contra cinco. Como resultado, Sodoma foraderrotada e muitos de seus habitantes levados
cativos, entre eles o meu sobrinho Ló. A notícia deixou-me muito aflito, pois ao mesmo tempo em
que sentia que precisaria sair em seu socorro, via-me fragilizado, sem nenhuma condição.
Sempre fui um homem pacifico e detesto aqueles que derramam sangue. Tenho muitos servos, mas
poucos sabem manejar espadas e lanças, pois desde à infância são treinadoscomo pastores. Em
lugar de espadas e lanças, eles manejam bordões com os quais conduzem os rebanhos; Em lugar de
escudos, eles carregam vasos em suas cinturas, sempre cheios de água fresca, para matarem sua sede
e refrigerarem as ovelhas aflitas; Em lugar de vinho para se embebedarem, carregam presos em seus
cintos pequenas botijas com o azeite das oliveiras, com os quais untam as feridas dorebanho; Em
lugar de ressonantes trombetas, eles sopram pequenos chifres, com os quais convocam o rebanho
para o curral
Imaginando como seria um combate entre os meus servos e os exércitos daqueles cinco reis
vitoriosos, comecei a rir. Enquanto gargalhava, a voz dAquele que sempre me guia, soou aos meus
ouvidos, dizendo:
- Abraão, Abraão! Não menospreze os instrumentos dos pastores, poissantificados pelo fogo do
sacrifício, haverão de conquistar o grande livramento.
O Eterno passou a dar-me ordens, fazendo-me avançar pela fé, sem saber como tal livramento
haveria de realizar-se.
O primeiro passo foi a convocação de todos os pastores que, deixando seus rebanhos, dirigiram-se
ao Carvalho de Mambré, trazendo seus instrumentos pastoris. Eram ao todo 600 pastores.
Ordenei queesvaziassem os jarros, colocando neles o azeite da botija.
Depois de cumprirem esta ordem, pedi que tomassem cada um a lã de uma ovelha, misturando-a
com o azeito dos jarros.
Depois destas coisas, Yahwéh mandou-me tomar um grande vaso de barro, enchendo-o até a metade
com o azeite das oliveiras
Ao concluir esta tarefa, o Senhor mandou-me fazer um longo pavio de lã, enfiando a metade dentro
do azeitee deixando a outra parte presa acima do vaso.
Depois destas coisas, Yahwéh ordenou-me acender o pavio, com o fogo do altar. Ao aproximar-me
do fogo sagrado que ainda ardia sobre o sacrifício da manhã, uma pequena fagulha saltou para o
pavio, e pouco a pouco foi-se alimentando do azeite, até tornar-se numa labareda que podia ser vista
de longe.
Capitulo II
Com o vaso nos ombros, comecei umacaminhada rumo às cidades da planície, sendo acompanhado
pelos pastores. Logo começaram a surgir escarnecedores que, ao verem-me com aquele vaso
incandescente em pleno dia, e passaram a dizer que eu ficara louco. Ao espalhar esta notícia, muitos
vieram ao meu encontro, trazendo conselhos para que eu abandonasse aquele vaso que seria capaz
de destruir toda a minha reputação e dignidade diantede todos eles.

Quando eu lhes falei sobre os exércitos e sobre minha missão juntamente com os pastores, eles
concluíram que de fato eu ficara louco. Tentaram tirar-me o vaso pela força, mas agarrando-me a
ele, impedi que o tirassem de mim.
Envergonhados diante de tudo isto, muitos pastores começaram a se afastar: alguns retornaram para
suas tendas enquanto outros uniram-se àqueles que riamde meu comportamento estranho.
Sentindo-me sozinho com aquele pesado vaso sobre os ombros, comecei a angustiar-me. Ansiava
encontrar alguém com quem pudesse compartilhar minha experiência, mas todos lançavam-me
olhares de reprovação.
Lembrei-me de Sara, minha amada esposa; Em obediência a Voz de Yahwéh havíamos trilhado por
muitos caminhos, estando Sara sempre ao meu lado, animando-me a...
tracking img