Fator melquisedeque.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha do Livro “O Fator Melquisedeque" De Don Richardson.

INTRODUÇÃO
O livro de Don Richardson, missionário e missiólogo, "O Fator Mel¬quisedeque" desenvolve suas idéias buscando um apoio escriturístico para suas afirmações, completando com um vasto trabalho de pesquisa em, por exemplo, literatura grega e na antropologia.
O tema principal está na convicção de que Deus deixou os povospre¬parados para o Evangelho para que, quando a testemunha de Cristo alcançasse um determinado povo ou nação houvesse condições de criar elos de contato com o "testemunho de Deus" presente desde tempos re-motos com a mensagem cristã.
Irei abordar os principais pontos do livro e tentar avaliar os aspectos mais críticos.

1. UM MUNDO PREPARADO PARA O EVANGELHO
Partindo do texto de Atos 14:15-17,quando Paulo e Barnabé se en¬contram em Listra na primeira viagem missionária do apóstolo, o au¬tor afirma a existência de um testemunho de Deus entre os povos des¬de o tempo da dispersão das raças no inicio da história da humani¬dade. Mesmo os povos que se afastaram de Deus levaram consigo uma revelação divina ou uma participação divina em sua cultura que, de al¬guma forma, poderia lembrar do Criador.O texto de Atos sugere uma preocupação de Deus em manter contato constante com os povos através da natureza e da própria consciência do homem. Isto é reforçado pe¬las palavras do mesmo apóstolo em Rm 1:18-20 e Rm 2:13-15.
O importante desta afirmação, no contexto de estudo de Richardson, é o preparo dos povos para a futura evangelização.
Existem povos, constata o autor, que têm uma clara idéiade um Deus Soberano e Criador, mas que, segundo suas tradições, está distante e sem qualquer influencia direta na vida do povo.

2. O EVANGELHO PREPARADO PARA O MUNDO
Aqui se trata do "Fator Abraão", a revelação especial de Deus a um povo, Israel, mas que teria sua validade para a humanidade como um todo: "Em ti serão benditas todas as famílias da terra" (Gn 12:3). Diz Richardson que esta é a"viga-mestra" da revelação especial, a "espinha dorsal" da mensagem da Bíblia.
2.1 A Conexão de Quatro Mil Anos
Desde a formação do povo Israelita Deus tem uma declarada preo¬cupação em reaver a comunhão com o ser humano, perdida na queda. A própria escolha de um povo através de Abraão visa a reconquista do homem. A salvação é colocada em termos de benção e é destinada a to¬dos os povos da terra.Já no inicio fica claro a abrangência da ação divina e Israel seria um canal desta benção.
Portanto, missões não é uma invenção de última hora por parte de Jesus ou mesmo pela Igreja atual, mas uma ênfase dada por Deus desde o tempo de Abraão.
2.2 Um Messias para Todos os Povos
Jesus Cristo encarna a promessa divina de benção para todas as nações e povos. Isto é exaustivamente afirmado peloMestre tanto em seu ensino como em seu ministério. Enquanto os lideres judaicos e os próprios discípulos viviam num exclusivismo, Jesus se preocupava também pelos gentios que passavam ou viviam na Palestina.
2.3 A Mensagem Oculta de Atos
No livro de Atos dos Apóstolos temos a continuação do ministério de Jesus através dos apóstolos. Não houve por parte deles uma compreensão satisfatória douniversalismo da tarefa, mas com a ajuda do Espírito Santo alcançaram aos poucos outros povos. Foi em Paulo que Deus encontrou o "apóstolo dos gentios" que levaria a cabo, den¬tro das limitações da época, a comissão missionária. A tradição cristã nos relata viagens dos demais apóstolos e sabemos pela con¬tinuação do Novo Testamento que Pedro e João saíram, com o tempo, de Jerusalém.
Atos pode ser vistocomo um manual missionário, afirmam alguns, contendo um desafio para uma continuação da tarefa missionária até se alcançar, efetivamente, os confins da terra.
Este é o "fator Abraão", a revelação especial de Deus a humani¬dade, o Evangelho sobre Jesus Cristo, que pela fé aceito leva a um novo nascimento e uma comunhão com o Criador.

3. AVALIAÇÃO PESSOAL E CONCLUSÃO
Vejo no livro de Don...
tracking img