Materia de tga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4793 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A TEXTUALIDADE

Para haver um ato comunicativo, é preciso que haja seis fatores: o enunciador, emissor ou produtor (falante ou escritor); um enunciatário ou receptor (ouvinte ou leitor); a mensagem (elemento material, por exemplo, um conjunto de sons, que veicula um conjunto de informações); o código (sistema linguístico, por exemplo, uma língua, ou seja, conjunto de regras que permiteproduzir uma mensagem); o canal (conjunto de meios sensoriais ou materiais pelos quais a mensagem é transmitida, por exemplo, o canal auditivo, o telefone) e o referente (situação a que a mensagem remete). Para que o ato comunicativo se efetive a comunicação não deve ser só recebida, mas assumida.
Todo texto tem uma intenção comunicativa.
O texto, seja oral ou escrito, é o meio pelo qual alíngua funciona. Compreendê-lo é, pois, não somente tarefa do profissional da área de linguagem, mas de todo aquele que necessita da comunicação para se expressar profissionalmente. Nós já conhecemos a língua portuguesa, o importante é agora sermos capazes de interagir com variedades distintas da língua, incluindo a norma culta, que é aquela usada na redação administrativa.
As pessoas não dizemumas às outras palavras soltas nem frases isoladas. O fato de escrevermos palavras existentes na língua não garante a produção de um texto. Vejamos o exemplo:
Hoje saí, quis sair porque banana é amarga e o Bush viajou porque meu filho chorou bastante amanhã. Saí, mas voltei cedo. Contudo, eu não tenho nada com a situação do futebol brasileiro e às vezes minha irmã canta muito bem.
As palavrasutilizadas no fragmento acima existem no português, as orações até apresentam uma construção sintática: sujeito, verbo e complemento (ex.: banana é amarga), o sujeito concorda com o verbo (ex.: Bush viajou). Então, por que essa reunião de palavras não pode ser considerada um texto? Porque não forma uma “unidade de sentido” e não preenche uma “função comunicativa”. O texto é, portanto, incoerente,sem conexão lógica entre as ideias. Não há nenhuma relação de sentido entre, por exemplo, Bush viajou porque meu filho chorou bastante amanhã. A palavra “porque” estabelece relação de causa, mas o fato de meu filho chorar bastante amanhã (que já apresenta falta de nexo temporal: verbo no passado (chorou) com adjunto adverbial que expressa futuro (amanhã)) jamais poderia ser aceito pelo leitorcomo causa da viagem do presidente dos Estados Unidos.
Portanto, três fatores são fundamentais para a produção, leitura e interpretação de um texto: a coesão (conexão no plano gramatical, com o uso de conjunções, pronomes etc.), a coerência (associação lógica das ideias) e o aspecto sociocomunicativo (peculiaridades de cada ato comunicativo: intenções do produtor, jogo de imagens mentais que cadaum faz de si, do outro e do outro com relação a si mesmo e ao tema do discurso, o contexto sociocultural). Esses três elementos irão estabelecer sentidos para o texto. O conjunto de elementos que faz com que um texto seja texto e não apenas uma sequência de frases chama-se “textualidade”.

COERÊNCIA

Um texto só terá coerência na interlocução, ou seja, na interação entre usuários da línguanuma determinada situação comunicativa. Observemos o exemplo:
Água – Chá Preto – Refrigerante – Torrada – Biscoito Água e Sal – Aspirina
As palavras assim dispostas são simplesmente um amontoado aleatório de termos. Todavia, se como título escrevo: Receita Médica, qualquer receptor já determina um sentido para esse trecho.
Um texto será incoerente se seu produtor não adequá-lo à situação,devendo ser levados em conta: a intenção comunicativa, os objetivos, o(s) destinatário(s), as regras socioculturais etc.
Atualmente, qualquer profissional não pode conhecer apenas a redação técnica relativa à sua atividade, pois a matéria-prima de seu trabalho é a comunicação. Diante disso, é necessária a compreensão de linguagens interdisciplinares. Isso não pressupõe ser especialista em Direito,...
tracking img