Marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Revolução na China e na Europa
Karl Marx
Julho 1853
Primeira Edição: Artigo publicado no New York Daily Tribune de 14 de Julho de 1853. Fonte: The Marxists Internet Archive Tradução: Jason Borba

Um dos mais profundos, ainda que fantástico, especulador depois de ter consagrado toda a sua existência à descoberta das leis que regem a evolução da humanidade, tinha a lei da unidade doscontrários por um dos mistérios dominantes da natureza. Aos seus olhos o bom e velho provérbio segundo o qual "os extremos se tocam" representava a verdade suprema, eficaz em todos os domínios da vida, um axioma ao qual o filósofo não podia renunciar, assim como o astrônomo às leis de Kepler ou à grande descoberta de Newton. Podemos encontrar uma ilustração clara da universalidade, ou não, deste famosoprincípio no efeito que a revolução chinesa parece estar sendo conclamada a provocar no mundo civilizado. Pode parecer muito estranho e paradoxal afirmar que o próximo levantamento dos povos europeus em favor da liberdade republicana dependerá provavelmente mais do que se passa no Celeste Império - no pólo oposto da Europa - do que de qualquer outra causa política atual. Em qualquer dos casos,dependerá mais disso que das ameaças da Rússia e da perspectiva que abrem a um conflito europeu generalizado. De fato, não há nada de paradoxal naquela afirmação, sendo o que não pode deixar de reconhecer quem considere mais de perto as circunstâncias presentes. Quaisquer que sejam as causas que têm determinado as revoltas crônicas destes últimos dez anos na China, revoltas que hoje estão confluindopara uma gigantesca convulsão, qualquer que seja a forma que esta venha a revestir - religiosa, dinástica ou nacional - ninguém duvida que o seu motor são os canhões ingleses, que impõem à China a droga suporífera chamada ópio. Perante as armas britânicas, a autoridade da dinastia mandchou caiu em pedaços; a fé supersticiosa na eternidade do Celeste Império desapareceu; o bárbaro isolamentohermético do mundo civilizado quebrou-se; uma brecha se abriu para as relações de troca que rapidamente se desenvolveram, graças às seduções do ouro da Califórnia e da Austrália. Ao mesmo tempo, a moeda de prata, sangue vital do Império, vai escorrendo para as Índias orientais britânicas. Até 1830, a balança comercial foi continuamente favorável aos chineses, e um fluxo ininterrupto de dinheiro provinhadas Índias, da Inglaterra e dos Estados Unidos. Mas, desde 1833, e mais ainda desde 1840, a exportação de dinheiro para as Índias tomou tais proporções que o Celeste Império se encontra hoje exaurido. Donde os decretos rigorosos do Imperador contra o comércio do ópio, contra os quais se volta uma resistência mais firme ainda. Além desta consequência econômica direta, a corrupção, surgida em torno docontrabando de ópio, arruinou completamente o prestígio tradicional dos funcionários do Império nas províncias meridionais. Do mesmo modo como tradicionalmente se gostava de considerar o

Imperador como o pai de toda a China, via-se nos seus funcionários os guardiões dos laços que uniam o pai às suas províncias respectivas. Ora esta autoridade patriarcal - o único vínculo moral abrangendo agigantesca máquina de Estado - foi progressivamente minada pela corrupção dos funcionários que arrecadaram fortunas consideráveis em conivência com os traficantes de ópio. Precisamente as províncias meridionais onde irrompeu a revolta foram as mais afetadas. Necessário seria acrescentar que, à medida que o ópio estende o seu poder sobre os chineses, o Imperador e seu séquito de mandarins pedantessão, por seu lado, privados do poder? É como se a história devesse primeiro embriagar todo um povo, antes de poder arrancá-lo do seu torpor milenar. No passado, depois de ter sido praticamente nula, a importação de algodões ingleses e, em menor grau, de lãs inglesas, aumentou rapidamente depois de 1833 - ano em que o monopólio do comércio com a China passou da Companhia das Índias Orientais para...
tracking img