Maria andrade marconi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MARINA DE ANDRADE MARCONI
EVA MARIA LAKATOS




Fundamentos de
Metodologia
Científica
59 Edição



(PÁGINAS DE 190






SÃO PAULO
EDITORA ATLAS S.A. - 2003



9.2.2 Pesquisa de Laboratório PÁGINA 190

A pesquisa de laboratório é um procedimento de investigação mais difícil, porém mais exato. Eladescreve e analisa o que será ou ocorrerá em situações controladas. Exige instrumental específico, preciso, e ambientes adequados.

O objetivo da pesquisa de laboratório depende daquilo que se propôs alcançar; deve ser previamente estabelecido e relacionado com determinada ciência ou ramo de estudo. As técnicas utilizadas também variam de acordo com o estudo a ser feito.

Na pesquisa delaboratório, as experiências são efetuadas em recintos fechados (casas, laboratórios, salas) ou ao ar livre; em ambientes artificiais ou reais, de acordo com o campo da ciência que está realizando-as, e se restringem a determinadas manipulações.

Quatro aspectos devem ser levados em consideração: objeto, objetivo, instrumental e técnicas. Especificamente, os de estudo tanto podem ser pessoas ou animais,quanto vegetais ou minerais. Na pesquisa de laboratório, com pessoas, estas são colocadas em ambiente controlado pelo pesquisador, que efetua a observação sem tomar parte pessoalmente.

No laboratório, o cientista observa, mede e pode chegar a certos resultados, esperados ou inesperados. "Todavia, muitos aspectos importantes da conduta humana não pOdem ser observados em condições idealizadas emlaboratório." (Best, 1972:114). Às vezes, tem-se de observar o comportamento de indivíduos ou grupos em circunstâncias mais naturais e sob controles menos rígidos.

A pesquisa de laboratório, na observação de indivíduos ou grupos, está mais relacionada ao campo da Psicologia Social e ao da Sociologia.

9.3 OBSERVAÇÃO DIRETA INTENSIVA

A observação direta intensiva é realizada através de duastécnicas: observação e entrevista.

9.3.1 Observação

A observação é Uma técnica de coleta de dados para conseguir informações e utiliza os sentidos na obtenção de determinados aspectos da realidade. Não consiste apenas em ver e ouvir, mas também em examinar fatos ou fenômenos que se desejam estudar.

É um elemento básico de investigação científica, utilizado na pesquisa de campo e se constituina técnica fundamental da Antropologia.

A observação ajuda o pesquisador a identificar e a obter provas a respeito de objetivos sobre os quais os indivíduos não têm consciência, mas que orientam seu comportamento. Desempenha papel importante nos processos observacionais, no contexto da descoberta, e obriga o investigador a um contato mais direto com a realidade. É o pontode partida dainvestigação social.

Para Selltiz (1965:233), a observação toma-se científica à medida que:

“a) convém a um formulado plano de pesquisa; b) é planejada sistematicamente; c) é registrada metodicamente e·está relacionada a proposições mais gerais,em vez de ser apresentada como uma série de curiosidades interessantes; d) está sujeita a verificações e controles sobre a validade e segurança.”

Do pontode vista científico, a observação oferece uma série de vantagens e limitações, como as outras técnicas de pesquisa, havendo, por isso, necessidade de se aplicar mais de uma técnica ao mesmo tempo.

Vantagens:

a) Possibilita meios diretos e satisfatórios para estudar uma ampla variedade de fenômenos.

b) Exige menos do observador do que as outras técnicas.

c) Permite a coleta de dadossobre um conjunto de atitudes comportamentais típicas.

d) Depende menos da introspecção ou da reflexão.

e) Permite a evidência de dados não constantes do roteiro de entrevistas ou de questionários.

Limitações:

As técnicas da observação apresentam uma série de limitações, entre as quais se destacam as seguintes:

a) O observado tende a criar impressões favoráveis ou desfavoráveis no...
tracking img