Manifesto do partido comunista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1331 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MARX, Karl e ENGLS, Friedrich, 1818-1883.Manifesto do Partido Comunista.Porto Alegre:L&PM,2011.144p -Pocket.

O Manifesto do Partido Comunista refere- se á luta na qual o proletariado busca paralisar o desenvolvimento da burguesia, onde a obra servirá para abrir os olhos da classe oprimida frete a minoria dominante. Para que esta pudesse caminha, em direção a solução da opressão social doperíodo em questão. Revertendo suas condições como seres humanos no desejo de ser livre.
O livro está dividido em quatro capítulos, fazendo critica ao modo de produção e como a sociedade esta estruturada em cima de uma analise histórica, a qual se encontra na luta por uma sobrevivência digna de um ser humano. Falando de ontem, mas com grandes criticas que servem para o dia de hoje.

Aprimeira parte, Burguesia e Proletários, aborda a historia do período feudal ate a Revolução Industrial, quando duas classes em confronto ( Burguesia e Proletários) disputam pelo poder e direito, a qual a oprimida possui.
A posição que a burguesia possuía leva-a um papel revolucionário decisivo. Onde suas transformações no cenário industrial, caso modificações ate em profissões que possuíam respeitoe temor religioso, de assalariadas por ela remuneradas.
O poder a qual a burguesia tinha, fez Marx e Engels afirma “A burguesia não poderia não existir sem revolucionar permanentemente os instrumentos de produção; portanto, as relações de produção; e assim o conjunto das relações sociais”. A visão burguesa era tão ambiciosa que via ali com uma única nação, chegando á dominação da cidade.Controlando as dispersões dos meios de produção, da propriedade e da população, levando a uma centralização política.
A força de produção criada pela burguesia desenvolveu domínios como o maquinismo, as aplicações da química, á indústria e a agricultura, onde foram gerados para o período feudal na formação burguesa. O movimento análogo traz a produção e troca com poderosos dominadores de potencia,levando a crises q aniquilam toda a uma força de produção.
“A sociedade vê-se bruscamente de volta a um estado de barbárie momentânea: dir-se-ia que a fome ou uma guerra geral de aniquilamento tolheram-lhe todos os meios de subsistência: a indústria e o comercio parecem aniquilados”.
Para que desse fim ao feudalismo, a burguesia acaba se matando com suas próprias armas, gerando- as eutilizando homens (operários modernos) para empunha- lãs.
Com idéia de desenvolvimento burguês, para o aumento do capital utilizou-se da ligação do trabalho ao qual o proletariado sobrevivia, á medida do aumento do capital para que exista trabalho perderá seu caráter autonomia, a qual se torna um acessório da maquina, desta formão trabalho torna-se mais repugnante e o salário menor.Mesmo tendomelhoria tecnológica, haverá maior separação entre cargos e aumento na população trabalhista.
As mudanças de oficinas para indústria têm como única finalidade o lucro, onde “diferenças de sexo e de idade já não tem valor social para a classe operaria. Restam apenas instrumentos de trabalho, cujo o custo varia em função da idade e do sexo”.
A classe proletária torna-se algo de maior valor,pois ate a classe media antiga controlará, onde estas buscam correr na mesma direção dos grandes proprietários de produção.
O surgimento da revolução operaria que são individuais, permanece ainda na mão da burguesia. Havendo uma expansão das indústrias, aumenta o proletariado tendo uma maior concentração, leva a uma alimentação por direitos, ocorrendo lutas em conjunto, por motivos commelhoramento do maquinário, que reflete em um baixo salário iniciando rebeliões contra a burguesia. Logo vêm alguns resultados, conquista algumas leis, que interessam os operários, a exemplo, Lei da jornada de dez horas na Inglaterra. Estes conflitos geraram a união de uma parte da burguesia, a qual esta lhe dá forma de como atacá-las.
As divisões de classe média, que combate a burguesia, tendo...
tracking img