Lubrificantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LUBRIFICAÇÃO

ATRITO

Quando um corpo qualquer, sólido, líquido ou gasoso, move-se sobre uma superfície de um outro, origina-se uma resistência a esse deslocamento, que pode ser representado por uma força, tangente às superfícies em contato, que denominamos atrito.
Podemos dividir o atrito em:
* Atrito sólido – que é o deslizamento entre duas superfícies sólidas.
*Atrito fluido – que é o deslocamento entre “duas superfícies fluídicas.
No atrito sólido, as reentrâncias (rugosidades) tendem a se interferir, necessitando-se grandes forças para romper essa tendência de se ajustarem entre si, gerando calor e conseqüentemente, soldagem entre as duas superfícies. Com isso, aumenta-se cada vez mais a dificuldade de deslocamento.
No atrito fluido, odeslocamento se verifica entre as moléculas do fluido e, se esse fluido está colocado entre duas superfícies sólidas, o fluido preenche as reentrâncias, evitando o contato sólido, e o deslocamento se dá entre as superfícies fluídicas.

LUBRIFICAÇÃO FLUIDA

É aquela em que existe entre as superfícies sólidas, uma película de lubrificante, maior que a soma das alturas das rugosidades dessassuperfícies. Por isso, quando as cargas sobre as superfícies aumentam, necessita-se manter a todo custo essa espessura de película, gerando assim, a busca de lubrificantes cada vez mais eficazes. Normalmente, nas partidas das máquinas, as superfícies sólidas estão, praticamente, em contato, sem a condição ideal da lubrificação fluida. È nesse momento que o lubrificante precisa ter maiorresistência de película e onde se procura, com pesquisas, encontrar soluções para evitar o desgaste, gerado por essa condição.
Com o movimento, o arraste do lubrificante aderido á superfície sólida, passa a preencher cada vez mais as reentrâncias, conseguindo-se a condição ideal. É interessante notar que quanto maior a velocidade, mais espessa será a camada de lubrificante entre as duas superfícies.É devido a isso que, quanto maior a velocidade, menor viscosidade se exige do lubrificante. No caso de um mancal, podemos ver nas figuras abaixo, como se verifica essa distribuição de película lubrificante, de acordo com a rotação, bem como a distribuição da pressão sobre a película do lubrificante.
[pic]
TIPOS DE LUBRIFICANTES

Os lubrificantes podem ser: sólidos, pastosos, líquidos ougasosos.
Os lubrificantes sólidos, devido a diversos fatores como, dificuldade de aplicação, entre outros, raramente, são utilizados, sem que participem em misturas, com outros pastosos, líquidos ou gasosos. Normalmente são utilizados como aditivos, melhorando características desses.

Os lubrificantes sólidos mais usuais são:
1) sólidos lamelares - dissulfeto demolibdênio, dissulfeto de tungstênio, grafite, dissulfeto de tântalo, fluoreto de cálcio, mica, talco.
2) Polímeros – polifluoretileno, politetrafluorcloroetileno (útil em temperaturas criogênicas), politetrafluoretileno, nylon, acetal, poliuretano
Os lubrificantes pastosos são as graxas, composições betuminosas, sebo animal, etc.
Lubrificantes líquidos:
1) óleos minerais2) óleos graxos
3) óleos compostos
4) óleos sintéticos

* Lubrificantes gasosos.
São utilizados em casos especiais, em locais onde não é possível as aplicações, dos lubrificantes convencionais. Podem ser utilizados: o ar, o nitrogênio, o hélio ou gases halogenados.

LUBRIFICANTES LÍQUIDOS

Os lubrificantes mais usuais são os lubrificantes líquidos. Entre oslubrificantes líquidos os mais utilizados são os óleos minerais, em razão do seu desempenho em relação a seu custo.

ÓLEOS MINERAIS

Os óleos minerais são obtidos a partir do petróleo (óleo de pedra). Supõe-se que o petróleo foi gerado a partir de restos de animais, que viveram a milhões de anos sobre a Terra.
Refinado o petróleo, temos como subprodutos os gases de...
tracking img