Logistica-- central de compras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3438 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA

INSTITUTO SUPERIOR TUPY – IST
TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS



ANA GABRIELA SILVEIRA- 109006248











CENTRAL DE COMPRAS DE EMPRESAS VAREJISTAS












BALNEÁRIO CAMBORIÚ/ SC
ABRIL/ 2012
ANA GABRIELA SILVEIRA- 109006248



1


2








. CENTRAL DE COMPRAS DE EMPRESAS VAREJISTAS3


4


5 Projeto Integrador de Logística, orientado pela Profª. Katia Crsitina Reimer Siedschlag, do Curso de Tecnologia em Processos Gerenciais, submetido ao Instituto Superior Tupy, para obtenção de nota final na disciplina de Projeto Integrador de Logística.







BALNEÁRIO CAMBORIÚ/ SC
ABRIL/ 2012
SUMÁRIO



1 INTRODUÇÃO 04
2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 05
3DESENVOLVIMENTO 07
3.1 DOCUMENTAÇÕES NECESSÁRIAS 07
3.2 VANTAGENS 09
3.3 DESVANTAGENS 10
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS 12
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 13
ANEXO I – PARÁBOLA DOS SETE VIMES 15
1. INTRODUÇÃO


A criação de uma central de compras representa uma forte tendência de mercado. Trata-se de uma forma de cooperação entre empresas com interesse em enfrentarem da melhor maneira possível osdesafios do mercado globalizado e da concorrência mundial entre as grandes redes.


A partir do momento que se obtêm os dados com relação à criação de uma central de compras, a problemática aparece em como colocar em prática o projeto, relacionando os prós e contras.


Como objetivo geral do projeto, tem-se a análise e apresentação das etapas para criação de uma central de compras deempresas varejistas, enumerando suas vantagens e desvantagens, visando chegar-se a uma conclusão satisfatória em relação a essa questão.


Em paralelo, os objetivos específicos vêm como resultado da diluição do objetivo geral. Neste contexto, deverão ser listados os benefícios e dificuldades que existirão para a aplicação do projeto.


De um modo geral, percebe-se uma tendência à busca pelanão concorrência por parte de muitas empresas. Observa-se muitas vezes que optam por se instalarem em locais onde não tenham empresas do mesmo segmento por perto pelo pensamento de que quanto menos empresas vendendo produtos similares, ou mesmo complementares ao seu no entorno, mais seus clientes comprarão em suas instituições.


Através da avaliação dos dados colhidos durante a pesquisa queserá realizada, buscar-se-á uma conclusão sobre a ideia geral do projeto. Após a análise dos dados será preparado um apanhado geral sobre o tema, destacando os pontos considerados desfavoráveis à aplicação de uma central de compras e os pontos positivos inerentes à instalação do aglomerado produtivo.














2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Ao iniciarmos uma abordagem acercada instalação de centrais de compras é essencial entender um pouco mais sobre o assunto. O agrupamento de empresas com essa finalidade chama-se formação de aglomerados produtivos (clusters), e destaca-se nos últimos anos como um fator competitivo no mercado (Duarte, 2011).
Segundo Cassiolato e Lastres (2001), um aglomerado produtivo inclui redes de produtores e consumidores, fornecedores debens e serviços, instituições criadoras de conhecimento, que, conjuntamente, criam e adicionam valor.
Marshal pode ser considerado pioneiro no que diz respeito às afirmações de benefícios dos clusters às empresas, principalmente no caso das pequenas empresas, demonstrando que a ideia sobre a vantagem de em agrupar-se já é antiga (Schmitz e Nadvi, 1999).

Sistemas econômicos locaiscompetitivos são resultados de um planejamento regional cujo objetivo é a busca de aglomerações econômicas ocupando todos os espaços da economia (Casarotto e Pires, 2001).


Porter (1998) afirma que a competitividade entre as organizações possui como característica ser um alvo móvel. Neste contexto, a única saída para se manter competitivo é estar sempre mudando a direção “da flecha”, visando...
tracking img