Literatura de cordel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (338 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Senhoras e senhores

escuta o que eu vou contar

é uma história das boas

que vocês vão se encantar

depois da história contada

tenho algo a perguntar.



É a história do cordel

queeu venho apresentar

esta poesia singela

e boa pra declamar

caiu no gosto do povo

em tudo quanto é lugar.



Foi no século XVIII

Que por aqui ele chegou

Veio lá de Portugal

Epor aqui se abancou

E foi no nosso Nordeste

Que ganhou força e ficou.



O cordel chegou à feira

À rua, praça e quintal

Cantava as tradições

Fazia crítica social

E houve um tempoque o folheto

Ganhou luxo de jornal.

O cordel era ilustrado

com a tal da xilogravura

que é uma arte antiga

que até hoje perdura

ainda ilustra os folhetos

e resiste com bravura.E foi assim que o cordel

Até aqui caminhou

Não mais presos em barbantes

Como se apresentou

Agora anda diferente

E até na internet entrou.



De uns tempos para cá

o cordelviveu mudança

há quem diga que esta arte

ficará só na lembrança

mas que ela dure pra sempre

ainda tenho esperança.



Muitas são as influências

que a sociedade sofreu

inclusivea nordestina

onde o cordel floresceu

são muitas as novidades

que por lá se sucedeu.

Primeiro chegou o rádio

com muita propagação

depois veio a TV

e muda uma geração

agora é ainternet

que causa ebulição.



O cordel hoje se encontra

lá na banca de revista

dentro de universidade

e em casa de artista

é assunto de letrado

tema de antropologista.



Euagora vou fazer

a pergunta prometida

na esperança que o cordel

não esteja em despedida

que mesmo modificado

não é cultura perdida.



Os senhores me respondam

pois quero medespedir

o cordel ainda é do povo

ou há muito o que refletir

ou será que é um assunto

pra muito se discutir?

E por aqui vou ficando

Deixo a pergunta no ar

Fiquem aí matutando...
tracking img