Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2888 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Os surdos, como qualquer um, precisam não só de religião, mas de cultura, informação. 10% da população mundial, segundo estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde), é portadora de deficiência auditiva. No Brasil, isso representaria 1,76 milhão de pessoas, segundo o último Censo. E mais: na região metropolitana de São Paulo, o número de surdos chegaria a cerca de 180 milpessoas.
O Ministério Público Federal tem feito reuniões periódicas com lideranças de surdos para estudar formas de exigir o cumprimento das poucas leis que tratam da inclusão dos deficientes auditivos. No ano passado, a prefeita Marta Suplicy sancionou uma lei que institui a libras em São Paulo e determina a existência de um intérprete da língua em locais de grande afluência pública, como shoppings ehospitais.

DESENVOLVIMENTO

Tendo seu início com a união de várias entidades que trabalham com surdos, a FENEIS é a (fundação Nacional de Educação e Integração dos surdos). Ela foi fundada em 1977 e tem como objetivo, como função, a defesa e a luta dos direitos culturais, sociais e linguísticas da comunidade surda Brasileira.

 A FENEIS é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos.Filiada a Federação Mundial dos surdos, tem suas atividades como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal.

INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos). Fundada em 1857, é órgão do Ministério da Educação e possui a missão institucional de produção, desenvolvimento e divulgação de conhecimentos científicos e tecnológicos na área da surdez em todo território nacional, bem como sublinhara política nacional de Educação, na perspectiva de promover e assegurar o desenvolvimento global da pessoa surda, sua plena socialização e o respeito as suas diferenças. É tanto um centro de referências Nacional na área da surdez, prestando assessoria técnica na prevenção à surdez, audiologia, fonoaudiologia, orientação familiar para o trabalho e qualificação profissional, artes plásticas, dança,língua de sinais, etc.

A educação das pessoas surdas, por muitos anos, desenvolveu – se de forma preconceituosa. Houve um padrão consistente de evolução em que podemos dizer, que o que prevaleceu foi a desigualdade social. As pessoas deficientes eram destacadas por possuírem características contrárias daquelas instituídas pela sociedade. Por exemplo, utilizavam termos como, “excepcional” comose explicasse a diferença existente de um individuo para o outro.

Na antiguidade acreditava-se que as pessoas deficientes não podiam ser educadas, pois eram consideradas como anormalidade da natureza, portanto foram vários os períodos em que estas pessoas foram classificadas como incapazes, não podendo participar de qualquer tipo de vida “normal” a que regularmente passam as outras pessoas dacomunidade.

Sabe se que nesta época, era comum o extermínio de crianças que nascessem deficientes. Existem relatos a respeito do tratamento que era dado a essas pessoas. Não havia nenhuma preocupação com a educação ou qualquer outra forma de socializar as pessoas deficientes.

O mais antigo registro que menciona sobre a "Língua de Sinais" é de 368 a.C, escrito pelo filósofo grego Sócrates,quando perguntou ao seu discípulo: "Suponha que nós, os seres humanos, quando não falávamos e queríamos indicar objetos uns para os outros nós fazíamos como fazem os surdos mudos, sinais com as mãos, cabeça e demais membros do corpo?". Nessa comunicação de ideias por outros sentidos a comunicação se dá através dos olhos nos sinais feito pelas mãos, expressão facial, corporal e às vezes também sonstudo simultaneamente ou também sequenciado e a pessoa precisa ficar atenta a todas essas expressões para entender o que está se dizendo. Este é o universo de uma pessoa que utiliza uma língua de modalidade gestual-visual. A comunicação por sinais foi a solução encontrada também pelos monges beneditinos da Itália cerca de 530 d.C, para manter o voto do silêncio. Mas pouco foi registrado sobre esse...
tracking img