Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1233 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE

Libras e Braille

ARIQUEMES
2011

BIANCA A. GAVIOLY RODRIGUES
GILSAN JOSE PEREIRA 

Um olhar sobre a educação de surdos no Brasil: Relatório da leitura do fascículo.

Trabalho apresentado ao Curso de Fisioterapia da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA como requisito parcial à obtenção de créditos na disciplina de: Libras e BrailleDocente: Maria Norma Lopes Souza Silva

Ariquemes2011

Um olhar sobre a educação de surdos no Brasil: Relatório da leitura do fasciculo.

Bianca Anastácia Gavioli
Gilsan Jose Pereira 

Onze anos se passaram desde a oficialização da língua de sinais (LIBRAS), mas é notório que no Brasil milhares de surdos ainda vivem as dificuldades de um ensino sem Libras devido à falta de informação.Este documento (fascículo) elaborado e apreciado por nós tem como objetivo é mudar esta realidade.
A luta por uma educação de qualidade e pelo reconhecimento da capacidade profissional da pessoa surda foram a tônica da atuação deste documento, que atendendo ao Decreto 5626/06 não mede esforços para implantar a Libras no processo educacional do surdo em todas as fases da educação.
O tema,envolvendo a questão da educação, em especial pelo sonho de um número cada vez maior de surdos nos espaços acadêmicos, foi e está sendo amplamente discutido em todas as regiões Brasil. Em diversas localidades e para muitos surdos, isso já é uma realidade.
É fundamental irmos até os cantos mais distantes desse país propagando a Libras, conscientizando o surdo sobre seus direitos enquanto cidadãos, edespertando-o para avançar em direção a novas conquistas. Nesse relatório, os esforços nesse sentido serão confirmados.
Um marco na vida do surdo brasileiro foi a oficialização e regulamentação da Língua Brasileira de Sinais – Libras como meio de comunicação e expressão. A nova Lei garantiu à comunidade surda uma Educação Especial e o direito a um atendimento adequado em estabelecimentos públicos.Isso significou um grande avanço também no que diz respeito ao ensino da Libras, especialmente no campo acadêmico. Percebe-se hoje o aumentou do número de estudantes surdos em cursos de graduação e pós-graduação. Isso muito em função ao também crescente número de intérpretes em instituições de ensino superior, dando maiores chances de surdos completarem seus estudos e a nós acadêmicos de convivercom eles e por força do decreto aprender a Libras como uma opção de 2ª língua.

Alunos surdos aprendendo em Libras na Faculdade 2011/ Unesc/Cacoal/Ro
A Lei de Diretrizes e Bases 9394, em 1996, assegurou que a criança deficiente física, sensorial e mental, pode e deve estudar em classes comuns. Dispõe em seu art. 58, que a educação escolar deve situar-se na rede regular de ensino edetermina a existência, quando necessário, de serviços de apoio especializado. Prevê também recursos como classes, escolas ou serviços especializados quando não for possível a integração nas classes comuns. O art. 59 contempla a adequada organização do trabalho pedagógico que os sistemas de ensino devem assegurar, a fim de atender as necessidades específicas, assim como professores preparados para oatendimento especializado ou para o ensino regular, capacitados para integrar os educandos portadores de necessidades especiais nas classes comuns.
De acordo com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (1998, v.1), é competência do professor a tarefa de individualização das situações de aprendizagem oferecidas às crianças, considerando as suas capacidades afetivas, emocionais,sociais e cognitivas. Nessa perspectiva, não se deve estigmatizar as crianças pelo que diferem mas, levar em consideração as suas singularidades, respeitando-as e valorizando-as como fator de enriquecimento pessoal e cultural.
A qualidade do processo de inclusão está, portanto, diretamente relacionada à estrutura organizacional da instituição.
No Referencial Curricular (1998, v.1) verificamos...
tracking img