Liberdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (454 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Liberdade Segundo John Stuart Mill


John Stuart Mill demonstrou a importância da liberdade do cidadão, não só para o próprio cidadão, mas também, para o Estado que, propiciando aos seus súditosuma melhor condição de vida, seria um Estado justo e próspero. Seu pensamento, em pleno século XIX, foi considerado, pela sociedade conservadora da época, profundamente radical, posto que defendia aliberdade moral e econômica do indivíduo em relação ao Estado.
Para isto, o Estado não poderia desenvolver e proteger interesses individuais, ou seja, evitar danos a terceiros, nem deixar asociedade intervir na individualidade do cidadão, sem a qual não pode, este, atingir a felicidade individual.
A limitação do poder estatal em relação à liberdade individual se dá de duas formas, imunidadescivis e garantias institucionais. As imunidades civis consistiam nos direitos e liberdades conferidos aos indivíduos, abstendo-se, o Estado, de intervir, salvo em relação a direitos de terceiros.
Écerto, no entanto, que nem todo cidadão pode gozar desta liberdade, posto que alguns ainda não atingiram um grau de maturidade necessário para se autogovernarem, como acontece com as crianças, compessoas com necessidade especiais e com algumas coletividades que não alcançaram um grau evolutivo capaz de se auto gerir, em contato com a civilização, posto que seriam, segundo o mestre londrino, a“raça em sua menoridade’’.
John Stuart Mill analisa os tipos de liberdade, notadamente a liberdade de pensamento, demonstrando a importância de cada um para o indivíduo e para a sociedade. O respeito àliberdade de pensamento, onde se dá a todos o direito de expor suas idéias, independentemente de estarem ou não certos, beneficia a humanidade como um todo, pois, conforme John Stuart Mill: “Quandoencontramos pessoas que formam uma exceção à aparente unanimidade do mundo sobre qualquer assunto, mesmo que o mundo esteja com a razão, é sempre provável que dissidentes tenham algo digno a ser ouvido...
tracking img