Laminite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA
Faculdade de Ciências da Saúde – Medicina Veterinária





Mylena Tückmantel Dias RA 4662900628






LAMINITE EM EQUINOS









Leme
2012
Mylena Tückmantel Dias RA 4662900628






LAMINITE EM EQUINOS





Relatório e relatos de casos apresentados como quesito parcial de aprovação na disci-plina Práticas ambulatoriais emMedicina Veterinária – Centro Universitário Anhanguera.


Professor Alfredo José Ferreira de Melo





Leme
2012
RESUMO


Por constituir-se em grave afecção que acomete o aparelho locomotor dos equinos, a Pododermatite Asséptica Difusa ou Laminite é apresentada nesse traba-lho, abordando sua definição, ocorrência e etiologia (saber o agente causador). Se-gundo STASHAK (1994), laminiteé uma inflamação das lâminas do casco, porém com uma sequência complicada que se manifesta por uma diminuição na perfusão capilar no interior da pata, quantidades significativas de desvios arteriovenosos, ne-crose isquêmica das lâminas e dor. Esta doença ocorre devido à manifestação local de um distúrbio metabólico mais sistêmico, que afeta o sistema cardiovascular, re-nal, endócrino, coagulaçãosanguínea e do equilíbrio ácido básico.

Palavras-chave: aparelho locomotor, laminite, dor.




















1. INTRODUÇÃO

Laminite é uma doença caracterizada por um processo inflamatório agudo ou crônico das partes sensíveis do casco, que afeta várias espécies de animais domés-ticos, sendo os equídeos os mais suscetíveis. A sua ocorrência em bovinos é baixa, sendo maiorem animais confinados devido às condições alimentares a que são submetidos. Ocorre apenas esporadicamente, entretanto, sob certas condições pode acometer vários animais, de uma mesma propriedade, submetidos às mesmas con-dições de criatório e manejo. Pode acometer com mais frequência os dois membros torácicos e, até, os quatro membros nos casos mais graves, demonstrando manifes-tações clínicascaracterísticas (SISSON, 1986).
É uma necrose avascular que ocorre nas lâminas sensitivas que ligam à mura-lha do casco, no quadro toxêmico. Os mediadores finais da endotoxemia são pros-taglandinas que afetam o casco abrindo anastomoses arteriovenosas (um vaso que conecta diretamente uma artéria e uma veia. Atua para que o sangue desvie da rede capilar) tendo como resultado a diminuição naperfusão sanguínea ao casco apesar do aumento no fluxo sanguíneo da área. O quadro de laminite que é classificada quanto à evolução em fase de desenvolvimento, ou seja, em graus: maior ou menor severidade. Inicia-se pela atuação dos mediadores até que o animal manifeste os primeiros sinais de claudicação, porém sem dor e com sintomas internos no casco; fase aguda: claudicação evidente e início dos sinaisde dor; e fase crônica: altera-ções radiográficas de separação laminar e rotação da falange distal ou terceira fa-lange. (THOMASSIAN, 1996. Adap.).










2. CAUSAS

O mecanismo de desencadeamento do processo que leva ao quadro de laminite ainda não está totalmente esclarecido. Alguns acreditam que a laminite ocorra em função do excesso de histamina, que causa um ingurgitamento doleito vascular do casco. Por outro lado, o estudo da doença produzida experimentalmente tem demonstrado que o suprimento sanguíneo arterial da lâmina do casco é bastante reduzido ao invés de ser aumentado (BLOOD & HENDERSON, 1978).
Normalmente está associada a distúrbios digestivos, um regime alimentar com altas proporções de concentrados e baixa qualidade e quantidade de fibras na dieta(ingestão excessiva de grãos, principalmente milho, aveia e trigo). Porém, esta do-ença pode ser desencadeada por outras causas como: fatores genéticos; ida-de; fatores infecciosos (éguas com retenção placentária desenvolvem quadro de laminite bastante severo, assim como animais com pneumonia, metrite, mastite ou graves infecções sistêmicas); fatores mistos (quando não existem evidências de causas...
tracking img