Keinesyanismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2617 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ATIVIDADE 1.

4. Com base no que vimos nesta Unidade, argumente, em cerca de duas páginas, sobre as seguintes afirmações:
a) Keynesianismo e Estado de Bem-Estar Social são duas faces da mesma moeda.
O Estado Keynesiano nasce a partir da crise capitalista de 1929, surgindo um Estado forte, com poderes de intervenção na ordem econômica para superar a crise capitalista; sendo o Estado o grandeindutor do desenvolvimento econômico, onde o planejamento econômico deveria partir do estado, objetivando fazer investimentos públicos na produção para garantir o emprego gerar renda e consumo.
Na visão de Keynes, o mercado havia sido incapaz de organizar a exploração capitalista, cabendo assim ao Estado efetuar o papel regulatório da economia; implicando na ampliação do aparato estatal, assumindoassim a proteção social de todos os cidadãos. A forma institucional assumida por esta nova pratica passou a ser conhecidas como Estado de Bem Estar Social.
Diante da leitura realizada, podemos dizer que o Keynesianismo e o Estado de Bem-Estar Social são duas faces da mesma moeda, uma de caráter econômico, orientada para a reativação da estabilização da acumulação capitalista; e outra de naturezapolítica, voltada a estabelecer a paz social; onde ambas necessitam da proteção do Estado que irá responder pelas políticas públicas, de previdência social, saúde, educação, obras públicas para geração de emprego e renda. Para elucidar nossa afirmação, cita-se, que:
O período pós-segunda guerra mundial até o início da década de 1970 ficou marcado como os anos dourados do capitalismo. Economia emfranco crescimento, forte intervenção do Estado na economia, construção do Estado de Bem-Estar Social ou Estado Keynesiano. (CAMPOLINA e CROCCO, 2006).

b) Cada modelo de Estado de Bem-Estar Social, tal como elaborado por Esping-Andersen, responde a diferentes princípios de justiça e promove a inclusão social de maneira distinta.
As diferenças apresentadas por Esping-Andersen para os modelosde proteção social demonstram que há trajetórias históricas distintas entre os países, especialmente na evolução do seu mercado de trabalho; porém o Estado é o agente regulamentador de toda a vida e saúde social, política e econômica do país em parceria com sindicatos e empresas privadas, em níveis diferentes, de acordo com o país em questão.
O Estado de Bem Estar Social, ocorreu em diversospaíses, inaugurando uma nova etapa para o desenvolvimento do mundo capitalista ocidental; podendo ser medida pelo alto nível de desenvolvimento econômico e de bem estar alcançado na Europa, em meados do século XX. Embora o processo tenha ocorrido em diversos países, importantes diferenças podem ser observadas nas formas que cada um deles organizou seus sistemas de proteção social, seu custeio, seusbenefícios, assim como sua administração.
As diferentes formas assumidas para a execução da proteção social podem ser separadas a partir do contexto social e político no qual historicamente tiveram origem; assim, as políticas sociais tratariam dos planos, programas e medidas necessários ao reconhecimento, implementação, exercício e gozo dos direitos sociais reconhecidos em uma dada sociedade comoincluídos na condição de cidadania, gerando uma pauta de direitos e deveres entre aqueles aos quais se atribui a condição de cidadãos e seu Estado. Esta relação jurídica de reciprocidade inclui, além dos direitos sociais, os direitos civis e políticos, sendo que, embora cada um destes elementos tenha tido um curso histórico distinto no seu desenvolvimento.
As formas de concretizar as políticasvariam, também, segundo as concepções do papel do Estado (conservadoras, liberais ou neoliberais e intervencionistas ou regulatórias) e da relação Estado-Mercado ou Estado-Sociedade, ou seja, das concepções de como, com que peso e grau o Estado deve atuar no social. (Draibe, 1989, 18)
Portanto os diferentes princípios de justiça e a promoção da inclusão social de maneira distinta; se devem as...
tracking img