Jarbas passarinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1873 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Etapas para a Cura Interior
-------------------------------------------------
Padre Rufus Pereira - 16/09/2007 - código CD 25.04278 DVD 26.04278
Nesta Pregação, Padre Rufus, vai nos ensinar, quais são as etapas mais importantes, para que possamos trabalhar tanto a cura interior, como também a cura e libertação, pois se não conseguimos entrarnessas etapas, fica dificil acontecer a cura que Deus quer realizar, pois isso é preciso conhecer essas etapas.

Local: C.E.D.J.H.M. / Cachoeira Paulista.
Horário: 11:15 Hs. / Acampamento de Cura e Libertação.

Conteudo da Pregação

Quando estamos orando para a cura interior observamos algumas etapas. E a parte mais importante é a do diagnóstico, ou como chamamos na linguagem da Igreja:odiscernimento. Precisamos saber se estamos doentes e qual é este fardo que carregamos.
Precisamos observar também todos os sintomas no meu relacionamento com as pessoas, como a rejeição, os sentimentos de inferioridade. Se em meu relacionamento com Deus tenho sentimentos de culpa. Resumindo tudo isso: muitas pessoas carregam o peso do medo. Mas, como havia dito, precisamos dar o terceiro passo.Precisamos encontrar as raízes dos nossos problemas. Isto é a coisa mais importante no que diz respeito à cura interior. E talvez esta culpa esteja nos nossos antepassados, ou em nossa vida de criança ou quando éramos bebês.
Mas o segundo passo, quando nós oramos pela cura interior, é o seguinte: Preciso descobrir a raiz para passar por um processo de cura. Quando o homem cego veio até Jesus, Ele nãoo curou imediatamente, mas lhe fez uma pergunta. Todo mundo sabia que ele queria ser curado da cegueira, mas Jesus queria que o homem O visse como seu único Senhor e Mestre.
Por que as pessoas não são curadas? Por que há um bloqueio que precisa ser retirado. Vocês podem pensar que o homem à beira da piscina queria obviamente ser curado, mas Jesus sabia que ele não tinha mais esperança nocoração. Talvez Jesus pensasse que ele estivesse com dificuldade de perdoar as pessoas que o machucaram.
O que bloqueia a nossa cura? O primeiro bloqueio é a falta de perdão. Por muito tempo, achávamos que era apenas a dificuldade de perdoar. Uma vez, o discípulo disse a Jesus que queria aprender a orar, como se estivesse dizendo: "O que acontece que quando você ora tudo acontece?" São Tiago nos dá umarazão, mostrando que de fato, nós não oramos e diz: "Se oram, oram de forma errada".
Jesus nos ensinou a oração mais curta e mais completa. Todas as vezes que nos prostramos diante de Jesus, não nos esqueçamos de dizer: "Pai, perdoa-nos assim como nós perdoamos as outras pessoas". Deus nunca condena, sempre perdoa. E essa oração nos convida a sermos como Ele. Quando eu perdôo, estou me abrindo parao perdão para comigo.
No Evangelho de São Lucas, Jesus explica o que Ele queria dizer com estes ensinamentos. Lucas 6, 27-36. O que Jesus diz? Essa passagem deu vida a Mahatma Gandhi e conseguisse a liberdade da Índia sem nenhuma violência. Nós não ouvimos o Senhor dizer "ame os seus amigos e odeie os seus inimigos". Ele diz: "ame os seus inimigos, perdoe os seus inimigos, ore pelos seusinimigos". E mesmo se esta pessoa não o acolher, Jesus diz para rejubilar.
Nada vai nos fazer parecer mais imagem e semelhança de Deus do que as pessoas que sabem perdoar. Nós vamos perdoar estas pessoas no nome de Jesus. Claro que muitas vezes a gente perdoa as pessoas de forma errada. Dizemos: "Vou perdoar nisso e naquilo". Mas se perdoamos só parcialmente, não é o perdão cristão que estamos fazendo.O que Jesus disse? "Pai, perdoa-lhes". Foi só isso? O que vem depois disso? "Por que eles não sabem o que fazem". Jesus disse: "Pai, perdoa-lhes, não os responsabilize porque eles não sabem o que estão fazendo".
Jesus disse: "Não julgueis e vocês não serão julgados". Só Deus pode julgar. Quando alguém nos magoa, a gente pode dizer que já perdoamos, mas Deus não quer que nos aproximemos d’Ele...
tracking img