Inside job

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1439 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
No prefácio da segunda edição de O Capital, que escreve em 1873, Marx decreta a sentença de morte da economia científica burguesa. Para ele, àquelas alturas, com a burguesia tendo conquistado o poder político na Inglaterra e na França e tendo já sido revelada a natureza da luta de classes que moveria aquele quadrante da história humana, não se tratava mais de saber se este ou aquele teorema eraou não verdadeiro, mas se, para o capital, ele era útil ou prejudicial, cômodo ou incômodo. Na sua forma ferina de falar, ele diz que no lugar da pesquisa desinteressada entrara a soldadesca mercenária, no lugar da pesquisa científica imparcial entrara a má consciência e a má intenção da apologética. Marx desconhecia então a chamada “revolução marginalista”, que já estava batendo à porta, e quedesbancaria completamente a velha economia política de Smith e Ricardo, mas não poderia ter sido mais certeiro.

Inside Job, o documentário de Charles Ferguson que pretende mostrar como foi possível o mergulho da economia mundial na abissal crise do final de 2008, indica de modo contundente o caráter superlativo desse prognóstico, em tempos de capitalismo financeirizado. A dança das cadeiras dosprotagonistas dessa história entre os mais altos cargos do governo, o comando de grandes grupos financeiros e as cátedras dos cursos de economia e negócios de renomadas universidades dá a tônica da narrativa e é um dos pontos altos do filme. A desfaçatez dos economistas professores ao afirmarem sem pejo que não há conflito entre seu papel de pesquisadores e elaboradores de “trabalhos científicos” eos interesses concretos que devem defender como consultores, assessores ou CEOs (executivos-chefes) de grandes corporações só encontra paralelo na impudência com que as agências de rating classificam com o famoso triplo A instituições a um passo da falência total, bancos e seguradoras já em processo de resgate pelo governo e investimentos tachados de lixo, nas conversas reservadas dos própriosfinancistas.

“No contexto do mercado”

A soldadesca mercenária a que se refere Marx é capturada pelo filme em plena ação, demonstrando “cientificamente” o caráter estabilizador dos mercados de derivativos, execrando, com base em fundamentos teóricos seguros, qualquer tipo de regulação e explicando, a estupefatos senadores de uma comissão de investigação do início de 2010, que, “no contexto domercado”, não há nada demais em recomendar a clientes a compra de um ativo financeiro que, pelas costas, a própria instituição se encarrega de destruir, pois ele foi desenhado para dar tanto mais lucro a seus idealizadores quanto maiores sejam as perdas dos incautos que os adquirem. Talvez não exista exemplo mais bem acabado da má consciência e da má intenção da apologética que Marx vaticinara emsubstituição à falsa consciência da economia política dos bons tempos. Encarado por este ângulo, o filme é, sem dúvida, extremamente bem sucedido. Mas é também aí que se podem perceber seus limites.

Ao temperar com justa indignação moral a sequência de eventos e de personagens que apresenta, combinando, sempre que possível, esse tipo de pecado com delitos de outra natureza, como as desmedidasquantidades de cocaína sabidamente consumidas pelos tipos de Wall Street e a recorrente utilização, pelas mesmas figuras, dos serviços de agenciamento de prostitutas de alto luxo, Inside Job tende a mostrar como anormalidade e aleijão aquilo que singelamente o executivo da Goldman & Sachs mostra ao parlamentar da alta corte americana como sendo normal “no contexto do mercado”. O próprio filme,por sinal, indica que muitas vezes é muito tênue, para não dizer inexistente, a linha que separa a especulação oficialmente permitida das transações financeiras e a criminalidade pura e simples, como a lavagem de dinheiro do tráfico de drogas ou o auxílio qualificado a clientes que desejam burlar o fisco.

Milagre da multiplicação

A clivagem normal/anormal, mal resolvida no filme, é, contudo,...
tracking img