Impsacto da bacia hidrografica do rio iquiri

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1521 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL


JOSÉ ANTONIO VIANA E SILVA











IMPACTOS DA ATIVIDADE AGROPECUÁRIA NA BACIA HIDROGRAFICA DO RIO IQUIRI



























Rio Branco
2011
JOSÉ ANTONIO VIANA E SILVA










IMPACTOS DA ATIVIDADE AGROPECUÁRIA NA BACIA HIDROGRAFICA DO RIO IQUIRITrabalho apresentado ao Curso (Tecnologia em Gestão Ambiental) da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas [ Metodologia da pesquisa cientifíca, Legislação e Direito Ambiental, Técnicas de Geoprocessamento em Estudos Ambientais, Analise Integrada do Meio Ambiente e Recuperação de Areas degradadas].


Orientador: Professor: Luciana Pires,Andrea Zômpero, Jossan Batistute e Thiago Domigos















Rio Branco
2011






1.TITULO IMPACTOS DA ATIVIDADE AGROPECUÁRIA NA BACIA HIDROGRAFICA DO RIO IQUIRI

2. INTRODUÇÃO

A agropecuária é passível de causar diversos impactos ao meio ambiente. No município de Capixaba no Estado do Acre, Brasil; está localizado o rio Iquiri. O mesmo vem sofrendo grande impacto da pecuária, pelo fato deter suas nascentes localizadas ao longo da BR 317, no sentido Senador Guiomard – Capixaba, por onde o rio corre até desaguar no Rio Ituxi; onde estas estão em sua maioria desprotegidas pela mata ciliar, apresentando suas margens ocupadas por pastagens e cultivo da cana-de-açúcar. Esta cultura está implantada no município de Capixaba, a qual atingirá uma área de 30.000 hectares e poderá exercer umapressão sobre os rios e igarapés, principalmente do rio Iquiri.
Para avaliar o impacto da atividade da pecuária sobre as condições ecológicas, foi realizado um monitoramento ao longo das nascentes do rio Iquiri, através de estudos de avaliação rápida de qualidade de habitats. A avaliação da diversidade de habitats oferece oportunidade de avaliar os níveis de impactos antrópicos em trechos debacias hidrográficas (GALDEAN et al., 2000), constituindo-se importante ferramenta em programa de monitoramento ambiental (CALLISTO et al., 2001a).
Este estudo foi desenvolvido visando à descrição geral e qualitativa de vários atributos dos habitats que foram pontuados ao longo de um gradiente que varia de natural a impactado, utilizando observações visuais com um mínimo de medidas (CALLISTO et al.,2001b). Esta técnica visou avaliar a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas aquáticos, contribuindo para o manejo e conservação destes ecossistemas.







3. CONTEXTUALIZAÇÃO
O rio Iquiri, também conhecido por Ituxi nasce em território acreano, no município de capixaba e deságua no estado do Amazonas, no município de Lábrea. Após receber as águas do rio Riozinho, passa a se chamarItuxi, até deságua no rio Purus. Por ser compartilhado entre dois estados vizinhos é um importante rio de domínio da União. O rio Iquiri tem uma extensão de 211,79 Km em território acreano. Antes de entrar no território do estado do Amazonas recebe as águas de importantes afluentes como: Miterrã, Pirão de Rã e Preto.
A Área de Preservação Permanente – APP da bacia hidrográfica do rio Iquiri noterritório acreano é da ordem de 11.135,31 hectares, destes 7.137,10 hectares já foram desmatadas.
A nascente principal do rio Iquiri encontra-se localizada entre as coordenadas 0639808 S e 8845613 W na fazenda Guarany de propriedade do Sr.º Pedro Feltrin, Br 317, no município de Capixaba.
A bacia hidrográfica do rio Iquiri possui um total de 343.073,94 hectares, sendo que 271.116,53hectares (79%) da bacia hidrográfica se encontram em território acreano compartilhada entre 06 (seis) municípios (Tabela 1):
|Municípios |Área (há) | % em relação a área da bacia no Estado do Acre |
|Acrelândia | 34.438,58 | 12,70 |
|Capixaba...
tracking img