Ideologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
IDEOLOGIA


Juliana da Silva
Profº Janes Fidélis Tomelin
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Administração/Marketing (MKT 23) – Filosofia

RESUMO

A evolução da ideologia durante os anos foi constante ela esta presente em várias fases da vida de toda uma humanidade. Podemos dizer que ela esta presente nas mais diversas atitudes, em uma discussão política se obtêm varias idéiasdiferentes, mas todas têm o mesmo propósitos.As mudanças não param de acontecer a tendência do ser humano é estar sempre adaptado a novos pensamentos e modos de vida.

Palavras-chave: Ideologia, Idéias, História.


1 INTRODUÇÃO
O conceito de ideologia definiu-se em um conjunto de idéias ou pensamentos de uma pessoa ou de um grupo de pessoas, podendo estar ligada a ações políticas, econômicas esociais. Podendo também ser reduzida a uma concepção distorcida da historia das pessoas, ou a uma abstração completa dela.

Este conceito de ideologia foi criado pelo Frances Antoine Louis Claude Destutt de Tracy (1975-1836), em seu livro “Elementos da Ideologia” 1801. O livro foi escrito para o estudo cientifica das idéias.

Nas décadas seguintes o livro de Destrutt deTracy, o termo ideologia foi utilizado com outros significados por vários filósofos que interpretavam a palavra ideologia de outras formas.

A ideologia se constrói e transmite em situações concretas no espaço e tempo especifico, tornando-se propriamente ideologia, quando não é considerado sob forma de mito da religião ou da teologia e sim, quando no lugar das divindades, encontramos asidéias.





2. CONCEITOS PRINCIPAIS

A ideologia transforma as idéias particulares de uma classe dominante em idéias universais. Em vista disso, ela é uma ilusão necessária à dominação que inverte as idéias, que tem por consequência um conjunto de idéias e valores que são ligados pelo que se compara pela dominação real e que pretendem ter assim uma sociedade de idéias e valores.


Ahistória das idéias é antiga e intrigante, mas ela é ainda mais intrigante se chamar de história da relação entre os homens e as idéias que possuem implicações bastante significativas para o meio das ciências sociais. Desde que a ideologia tornou-se importante para os grupos sociais, os impactos políticos e suas relações investigam sobre a pertinência, importância e essencialidade do conceitoideologia.


Destutt de Tracy que foi um dos primeiros teóricos, afirmou que ideologia é o “estudo científico das idéias”, que se trata do “resultado da interação entre o organismo vivo e a natureza”. Já Napoleão alega no século XIV, que os ideólogos são metafísicos, ou seja, pessoas que estudam a essência dos seres, que vivem em um mundo especulativo.


Para Marx a ideologia possui um caráternegativo e generalizante. “(...) as ideias das classes dominantes são as ideologias dominantes na sociedade” – o que implica em conceber, por dedução, a “classe dominante” como uma.


Lenin diz que a ideologia passa a ser qualquer concepção da realidade social ou política de uma determinada classe social.
Ideologia é um conceito complexo e cheio de significados. É uma acumulação decontradições, arbitrariedade, ambigüidade, equívoca e mal-entendida.


O livro de Tracy que e pouco lido na atualidade, trata a ideologia como um sub capitulo da zoologia. Segundo ele a ideologia é o estudo cientifico das ideias, e as ideias são o resultado da interação entre o organismo vivo e a natureza. Resume-se então ao relacionamento dos organismos vivos com o meio ambiente o qual resultana questão dos sentidos, da percepção sensorial, o qual chegariam as idéias.


Em 1812, Destutt e seu grupo formado por discípulos de todos os enciclopedismos francês, foram criticados por Napoleão, que os chamava de Ideólogos, via-os como metafísicos que fazem abstração da realidade. Destutt e seu grupo queriam realizar uma análise cientifica materialista das ideologias, mas como...
tracking img