Metodos de thiessen

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Hidráulica e Hidrologia“Metódos de Thiessen e Métodos de Isoietas” |
1. INTRODUÇÃO
Quando visualizamos a queda de água do céu seja ela em qualquerestado físico (neve , chuva ou chuva de granizo) estamos diante da “Precipitação” fenômeno relacionado á meteorologia e etapa importante no ciclo hidrológico, sendo responsável por retornar grande parte da água doce ao planeta terra.
Este trabalho irá apresentar dois de um dos principais métodos de medição da “Precipitação”, são eles, “Método dos polígonos de Thiessen” e “Metódo Isoietas”.

2.TEORIA
Ciclo Hidrológico – Precipitação
A água é a substancia mais reciclável na natureza e se faz essencial em toda a atmosfera terrestre.
A Precipitação é o primeiro componente do ciclo hidrológico (fig.1), sendo a fonte de água responsável por originar o ponto inicial de todas as analises hidrológicas de bacias hidrográficas. As formas físicas de queda da água são: Chuva, Chuva de Granizo eNeve, as principais formas de se identificar são: quantidade do volume total (mm ou m³), tempo de duração (min. ou horas) e intensidade (quantidadetempo-mm.h-¹ ).

Fig.1 –Ciclo hidrológico

Para determinar a precipitação média em diversas áreas geográficas é necessário utilizar as observações dos postos dentro dessa superfície e na sua vizinhança. Existem três métodos para o calculo daprecipitação média: “método da Média Aritmética” , “método de Thiessen” e “método de Isoietas”. O presente trabalho irá apresentar o conceito do método dos polígonos de Thiessen e Isoietas.

Método da Média Aritmética
É o método mais simples e consiste em se determinar a média aritmética entre as quantidades medidas na área. Esse método só apresenta boa estimativa se os aparelhos forem distribuídosuniformemente e a área for plana ou de relevo muito suave. É necessário também que a média efetuada em cada aparelho individualmente varie pouco em relação à média.
Método de Isoietas
Isoietas são as linhas de igual precipitação (mm). Assim como em um mapa topográfico as curvas de nível representam regiões de mesma cota (Altura em relação a um referencial, que geralmente é o nível médio do mar),as isoietas são curvas que delimitam uma área com igual precipitação (quantidade de chuva que cai, medida em mm). Curva de nível caracteriza-se como uma linha imaginária que une todos os pontos de igual altitude de uma região representada. É chamada de "curva" pois normalmente a linha que resulta do estudo das altitudes de um terreno são em geral manifestadas por curvas. Portanto, a curva denível serve para identificar e unir todos os pontos de igual altitude de um certo lugar. São associadas a valores de altitude em metros (m).
O Método de Isoietas caracteriza-se por linhas que unirão pontos com valor igual de precipitação. Este método constrói linhas utilizando a altura das chuvas observadas nos postos e valores situados entre os pólos do sistema em postos adjacentes.
Os mapas deIsoietas podem ser construídos através de programas computacionais quando houver uma densa rede de postos de medição. Quando o mapa é construído a área entre cada par de Isoietas dentro da bacia é medida e multiplicada pela área das alturas de precipitação média, que é calculada pela expressão:

Onde :
é a precipitação média na bacia (mm);
hi é a precipitação no posto i (mm);
Ai é a área dorespectivo polígono, dentro da bacia (km2);
A é a área total da bacia.
O procedimento é realizado para todas as isoietas, determinando-se assim a precipitação média da bacia hidrográfica.

Fig.5 – Método de Isoietas
O método de Isoietas é bastante flexível, porém a tormenta* pode influenciar o traçados das isoietas, porém uma densidade de postos relativamente alta se faz necessária para a...
tracking img