Homem e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1772 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Ao pesquisarmos o preconceito racial e o preconceito regional percebemos que estes se originam da intolerância e da ignorância dos membros da sociedade. A informação e a educação são ferramentas que poderiam ajudar a acabar com qualquer forma de preconceito.
O preconceito racial que enaltece uma raça em detrimento da outra cai por terra quando analisamos a origem do ser humano epercebemos que geneticamente somos mais iguais do que diferentes. É desanimador perceber que existe preconceito até mesmo entre indivíduos da mesma raça.
O preconceito regional que considera indivíduos oriundos de uma região do país como superior a outra é difícil de compreender e explicar. O preconceito surge da dificuldade de entender e aceitar o que é “diferente”. Como então explicar opreconceito regional se somos todos brasileiros?
O preconceito deixará de existir quando pararmos de olhar uns para os outros como negros ou brancos, ricos ou pobres, brasileiros ou asiáticos. As diferenças da cor da nossa pele, da forma como falamos, da classe social a qual pertencemos não define o que somos no íntimo, não define o nosso caráter. Portanto não podemos usar essas características paraenaltecer um grupo e desfavorecer outro. Precisamos parar de olhar para nossas características externas e enxergar a nossa essência, somos todos seres humanos.













PRECONCEITO RACIAL
Um dos desprestígios da humanidade é o racismo, que nem sempre vem de forma explícita. Racismo é produto de uma educação cultural intolerante quanto à cor da pele do outro ou quanto a grupossociais de níveis variados, cujos pensamentos são sustentados pela falta de tolerância. A intolerância com relação a como o outro se veste, sua linguagem, religião, orientação sexual e etc. O racismo enquadra-se em uma ideologia equivocada da biologia humana ou da ignorância humana e a palavra “raça”, inserida no contexto, só reforça ainda mais essa submissão ignorante.
Somos descendentes do Homosapiens, assim diz a ciência, embora milhares de pessoas acreditem que viemos ao mundo de outras maneiras e, por sermos do mesmo tronco, como diz a ciência, não é cabível cientificamente a superioridade sobre pessoas com a cor da pele diferente. Muitos povos acreditam que sua carga genética os torna superiores a outras raças. Essas diferenças genéticas apenas distinguem a cor da pele, do cabelo, a cordos olhos, e não a conduta e o caráter de uma pessoa frente à sociedade.
No século XIX, Charles Darwin levantou a hipótese de que nossas origens estariam ligadas ao continente africano visto que primatas e macacos mais próximos a nossa semelhança, lá estariam. A antropologia mundial não admitia, em nenhuma hipótese alguma, que a raiz da vida humana estaria vinculada ao continente negro. Então, asdescobertas de fósseis hominídeos na Europa e na Ásia reforçavam a repulsão sobre pesquisas na África. Mas a maioria de fósseis hominídeos e de macacos humanóides, até agora descobertos, são africanos.
Preconceito racial não se restringe apenas aos negros. O preconceito racial também se estende aos demais povos que são inseridos em camadas sociais diferentes. Muitos imigrantes atraídos pelapossibilidade de uma condição de vida melhor podem sofrer preconceito independente de sua raça.
Podemos considerar que preconceito racial é uma atitude desfavorável para a sociedade, pelo fato de ocasionar exclusão social. Hoje podemos dizer que o preconceito racial não é tão preponderante quanto antigamente, talvez seja pelo fato de existirem leis que protegem as vítimas de preconceito. Atualmenteo silêncio está sendo quebrado e os preconceituosos têm sido punidos. Os preconceituosos agora estão sendo vistos como um problema para a sociedade. Temos então a inversão de papéis, antes o negro era o problema, hoje o racista é que se tornou um problema para a sociedade.
O preconceito racial está presente também no mercado de trabalho, fazendo com que brancos e negros travem uma disputa...
tracking img