Hj a noite tem luar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1622 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Piauí
Centro de Ciências da Natureza
Departamento de Biologia
Anatomia Vegetal
Profa. Dra. Maria das Graças Medina Arrais

Introdução ao Trabalho de Microscopia
O microscópio é um instrumento puramente físico usado para ampliar estruturas muito pequenas impossíveis de serem visualizadas a olho desarmado. É um equipamento constituído de uma sériede lentes capazes de ampliar o nosso poder de visão. As lentes de cristal de rocha já eram utilizadas como instrumento de ampliação de objetos desde 721 a.C. e em 1228 estas passaram a ser utilizadas em óculos na Itália.
A palavra microscópio é de origem grega e provém de micros (pequeno) e scopein (observar, olhar com atenção). Sua invenção ocorreu no século XVI sendo atribuídaa Zacharias Jansen que no ano de 1595 (1590) apresentava um modelo muito rudimentar, provavelmente fabricado por seu pai (irmão) Hans (Francis) Jansen, de nacionalidade norueguesa (holandesa). Ambos eram físicos e trabalhavam com lentes, porém, muitos acreditam que o microscópio tenha sido inventado por Galilleu que naquela época já utilizava lunetas para observar o céu. Neste século, omicroscópio era considerado como um brinquedo para divertir a realeza européia da época com a observação de pequenos objetos
No início do século XVII, a palavra microscópio foi oficializada pelos membros da Academia dei Lince na Itália, país de grande reputação no trato com as lentes e tal equipamento muito contribuiu para mudanças na percepção do mundo, passando a ser motivo de grandeinteresse. Mais precisamente 1631, na Alemanha, o microscópio sofreu mudanças na sua estrutura ganhando tripé, o que possibilitou maior estabilidade ao aparelho. Antony van Leeuwenhoek (1632-1723) aperfeiçoou suas lentes, o que possibilitou um aumento que variava entre 50 e 200x., o que possibilitou a observação pela primeira vez de protozoários, bactérias, glóbulos vermelhos e espermatozóides deanimais. Descobriu os micróbios e foi considerado o Pai de Microbiologia. Por volta de 1665, Robert Hook agregou uma segunda lente ao aparelho, o que possibilitou a visualização em até 300X. Graças a este avanço, pode observar pela primeira vez a célula. Por volta de 1683 o inglês John Yarwell o aperfeiçoou ainda mais acrescentando um pé ao aparelho, o que reforçando a sua estabilidade.Contudo, os maiores avanços ocorreram no século XVIII. O aparelho sofreu mudanças nas lentes, na estabilidade, na precisão de foco e nas facilidades de uso. Em 1742 surgiram modelos que projetavam imagens. Nesta época o microscópio era utilizado com a finalidade de entretenimento nas rodas sociais, embora fosse utilizado para fins científicos, pois graças à sua invenção, a célula, o núcleocelular (observado por Leeusvehout – 1773) e os micróbios puderam ser observados e tantas outras descobertas puderam ser feitas.
No século seguinte (XIX) ocorreram grandes avanços traduzidos em melhorias no foco, quando passaram a ser utilizadas lentes curvas. Em 1840 os Estados Unidos passaram a fabricar microscópios que até então eram fabricados apenas na Inglaterra.Posteriormente, em 1880, o microscópio óptico atingiu a resolução de 0,2 micrômetros (LR do olho humano é de 0,1 a 0,2 mm), limite este que permanece até hoje nos modelos disponíveis (um=0,001mm)
No século XX, mais precisamente no início dos anos 30, o microscópio eletrônico foi inventado pelo alemão Ernest Ruska. Este tipo se diferencia do óptico pelo fato de utilizar elétrons ( lenteseletromagnéticas – bobinas) para a visualização das estruturas. Tem um grande poder de resolução e atualmente estão disponíveis três tipos: o de transmissão (cortes ultrafinos), o de Varredura (superfícies) e o de tunelamento (átomos). Em 1932 o microscópio eletrônico passou por uma grande evolução chegando a alcançar um aumento de 5.000 a 1.000.000X nos modelos atuais.
Já está em fase...
tracking img