Historia das casas bahia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2371 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CASAS BAHIA
[pic]Está precisando trocar os eletrodomésticos de casa? Cansou daquele sofá velho ou daquele móvel que não combina com a decoração? No Brasil existe uma empresa que tem as respostas certas para essas perguntas. A habilidade para entender as necessidades emocionais e os hábitos de compra dos clientes de baixa renda e a capacidade de viabilizar o sonho de consumo por meio do acesso aocrédito resultou em um modelo de negócios único no que diz respeito ao varejo. Não há no Brasil que não conheça e muito menos nunca tenha comprado qualquer coisa na CASAS BAHIA, um ícone do consumo de classe baixa do país e fenômeno da história recente do capitalismo brasileiro.
-
A história
A história começou quando o polonês Samuel Klein decidiu deixar a Europa, depois de viver e sentir napele os horrores da guerra, fincando o pé primeiramente na Bolívia em 1951 e no ano seguinte desembarcando com a família no Brasil. Chegou a São Caetano do Sul com apenas US$ 6 mil, dos quais somente 1/3 foi aplicado para o começo de um pequeno negócio. Comprou uma charrete e, com a ajuda de um conhecido que transitava bem pelo comércio no bairro paulista do Bom Retiro, reduto dos imigrantes judeuse árabes na década de 50, conquistou uma carteira de 200 clientes e mercadorias – roupas de cama, mesa e banho. De porta em porta, começou a mascatear pelas ruas da região do ABC, oferecendo condições (prestações no crediário) a quem não podia pagar. Já nesta época, comprava por 100 para vender por 200, e vendia a prazo, seis ou oito prestações.
-
[pic]-
Cada cliente tinha um cartão com onome, endereço, o que comprou e em quantas vezes iria fazer o pagamento. Cinco anos depois, em 1957, Samuel comprou sua primeira loja, na avenida Conde Francisco Matarazzo, 567, no centro de São Caetano do Sul, dando um grande salto para construir seu império varejista. A loja levou o nome de “Casa Bahia” em homenagem aos imigrantes nordestinos que haviam se mudado para a região em busca de trabalhona indústria automobilística. Samuel aumentou a variedade de produtos e começou a vender móveis, colchões de algodão, entre outros itens.
-
[pic]-
A clientela não demorou a freqüentar a loja para pagar suas prestações e adquirir novas mercadorias. Era o início de um império que foi conquistando cada vez mais clientes e mercados até se transformar em líder brasileira no setor varejista deeletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis. As lojas seguintes foram abertas na região do ABC, nas cidades de Santo André e Mauá. Mesmo com as novas filiais, Samuel continuou a vender nas ruas. Chegou a ter 80 peruas com mercadorias comercializadas de porta em porta. Em 1970 adquiriu o controle acionário de uma financeira, a Intervest, com o objetivo de financiar os fregueses nas lojas e dar impulso aabertura de novas filiais. Foi nesta época que o sistema de venda de porta em porta foi encerrado;
-
[pic]-
Em 1970, abriu a primeira loja em São Paulo, no bairro de Pinheiros. Nesta época começou a comprar outras empresas como as lojas Piratininga, depois a rede Columbia, a Tamakavi, a Domus e as lojas Ultralar, Modelar e Garsom, do Rio de Janeiro. Os filhos Michael e Saul Klein começaram atrabalhar na sede da empresa na década de 80, período em que foi inaugurada a 100ª loja. Sempre à frente dos negócios, Samuel comandou a expansão em ritmo acelerado, com a abertura de novas filiais nos Estados de Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, todas na década de 90. Em 1996, a CASAS BAHIA abriu o maior Centro de Distribuição da América Latina, e segundo maior do mundo, emJundiaí
-
[pic]-
No ano 2000, chegou a Goiás e ao Distrito Federal. Em 2003 Samuel completou 80 anos e publicou sua biografia: “Samuel Klein e Casas Bahia, uma trajetória e sucesso”, pela Editora Novo Século. No ano seguinte, a CASAS BAHIA entrou no Estado do Rio Grande do Sul, já com 14 milhões de clientes e mais de 400 lojas. O segredo de lidar com todas as camadas sociais, com foco...
tracking img