Historia fusao casas bahia com pao de açucar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (595 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A história da Casas Bahia tem início junto com o seu fundador, Samuel Klein, que nasceu em 15 de novembro de 1923 na Polônia. Fugindo do sofrimento que foi a 2ª Guerra Mundial naquele país, fugiupara a Bolívia. Em 1952 aos 29 anos, já casado e com filho, vem para o Brasil morar em São Caetano do Sul na grande São Paulo e começa a trabalhar como mascate vendendo roupas de cama, mesa e banho deporta em porta, com uma charrete. Em cinco anos de dedicado trabalho, conseguiu capital para comprar uma loja chamada Casa Bahia. Era a sua homenagem a seus fregueses, na maioria retirantes baianosvindo tentar a sorte na região.
A primeira loja física foi inaugurada em 1957 e hoje com quase 60 anos de atuação no mercado nacional, a Casas Bahia é presente em 15 estados nas regiões Sul, Sudeste,Nordeste, Norte e Centro-Oeste. A empresa possui em todo o país 565 lojas faturando R$13,8 bilhões gerando um lucro de estimado de 165 milhões. Com 57.500 funcionários a Casas Bahia é uma rede de lojasvoltada para a venda de móveis e eletrodomésticos no varejo com foco nas classes C, D e E sendo 26,3 milhões de clientes cadastrados.
A marca Casas Bahia, constantemente citada em pesquisas delembrança de marca como a mais presente na mente dos brasileiros, abrange, por dia, cerca 54.1 milhões de domicílios com TV, anunciando em sete emissoras de TV aberta e, também, em 11 canais por assinatura.No dia 04 de dezembro de 2009 o Grupo Pão de Açúcar que é controlada pelo empresário Abílio Diniz, comprou a Casas Bahia, gerando um grande “jogo de desconfiança”. A família Klein, dona da CasasBahia, contratou o escritório Pinheiro Neto Advogados para fazer a revisão do acordo de fusão entre a varejista e o Grupo Pão de Açúcar.

Segundo fontes próximas às empresas, a família Klein acredita quetudo o que havia sido combinado com Abílio Diniz, controlador do Pão de Açúcar, não foi para o contrato redigido pelo escritório Tozzini Freire Advogados, que na época assessorou as companhias....
tracking img