Hidrologia aplicada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1823 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL


HIDROLOGIA APLICADA- CAPTAÇÃO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

GOIÂNIA 2012/1
LUCAS AUGUSTO DE BESSA AMORIM

HIDROLOGIA APLICADA- CAPTAÇÃO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEASTrabalho apresentado como requisito para avaliação parcial na disciplina Hidrologia Aplicada do curso de Engenharia Ambie- tal da faculdade Pontifícia UniversidadeCatólica de Goiás.......................................

PROFESSORA: Mayara Queiroz Moraes

GOIÂNIA-GO 2012/1
INDICE

1. INTRODUÇÃO
2.RESERVATÓRIOS DE AGUA SUBTERRÂNEA: LENÇOES
2.1 FREÁTICO
2.2 ARTESIANO
3. CAPTAÇÃO DA ÁGUA EM LENÇOL FREÁTICO
3.1 GALERIAS
3.2 POÇOS RAZOS COMUNS
3.3 POÇOS ESCAVADOS (POÇO AMAZONAS)
3.4 POÇOS CRAVADOS (PONTEIRAS CRAVADAS)

4. CAPTAÇÃO DE ÁGUA EM LENÇOL ARTESIANO
4.1 POÇOS ARTESIANOS
4.2 POÇOS SEMI-ARTESIANOS
5. POÇO A TRADO
6. POÇO RADIAL
7. REFERÊNCIAS1. INTRODUÇÃO

Cerca de 97% da água doce disponível para uso da humanidade encontra-se no subsolo, na forma de água subterrânea. No entanto, pelo fato de ser um recurso invisível, a grande maioria das pessoas, incluindo governantes e políticos, nunca a levam em consideração quando falam em água. Tanto assim que na literatura sobre meio ambiente utilizada no ensino brasileiro, verificamosque a água subterrânea ocupa um espaço muito pequeno, ficando a ênfase sempre com as águas superficiais.

O Brasil, apesar de possuir grande disponibilidade de água doce em estado líquido (cerca de 12% das reservas mundiais), deve, através de uma real e eficaz política de gestão dos seus recursos hídricos e ambientais, educar e conscientizar a sua população sobre a importância de proteger epreservar o meio ambiente natural, utilizando-se para tanto, de instrumentos gerenciais e de ações que permitam manter os padrões de qualidade adequados às necessidades de suas gerações futuras.

Mais da metade da água de abastecimento público no Brasil provém das reservas subterrâneas. A crescente preferência pelo uso desses recursos hídricos, nos mais diversos tipos de usos, se deve aofato de que, em geral, eles apresentam excelente qualidade e menor custo. Entretanto, também aqui, cuidados devem ser tomados com eventuais possibilidades de contaminação, tais como: devastação de cobertura vegetal, uso inadequado e desordenado do solo, utilização excessiva de agrotóxicos, entre outras.

Ainda importantes são os cuidados que se devem ter com as obras de captação que, quandoconstruídas sem o devido acompanhamento de profissional capacitado, e fora dos padrões das normas técnicas, se constituem em fontes de possível contaminação natural, ou induzida, dos aqüíferos.

Grandes cidades brasileiras já são abastecidas, total ou parcialmente, por águas subterrâneas. No Estado de São Paulo estima-se que 75% das cidades são abastecidas por poços. Ribeirão Preto é um bomexemplo de uma grande cidade onde a água subterrânea tem sido bem gerenciada, garantindo o abastecimento de toda a população com uma água de ótima qualidade. Nos Estados do Paraná e Rio Grande do Sul, 90% das cidades são abastecidas por águas subterrâneas.

Entre as vantagens do uso das águas subterrâneas, em relação às águas superficiais, podemos apontar as seguintes:

 São mais protegidas da...
tracking img