Hidreletrica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Contexto Histórico da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Mota
( Porto Primavera)

A usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Mota conhecida também como Usina de Porto Primaveralocaliza-se no Rio Paraná é a segunda maior do estado de São Paulo e possui a maior barragem do Brasil, sendo mais extensa que a de Itapu em alguns centímetros.
Se encontra na cidade deRosana, foi construída neste local por dois motivos, pelo rio ser mais estreito o que tornaria a barragem menor e por haver a presença de basalto, rocha de boa resistência, de formação eólica. Secavarmos nove metros é possível encontrar basalto no local.
Em junho de 1980 teve o inicio da construção da barragem, trabalharam na criação da mesma cerca de 9275 funcionários. Para abrigar opessoal encarregado das obras das usinas, a Companhia Energética de São Paulo - CESP, criou o núcleo urbano de Primavera, localizado a cerca de 12 km da cidade de Rosana. A cidade recebeu o nome dePrimavera, em virtude de sua instalação coincidir com o início da estação da primavera e em homenagem a usina hidrlétrica que se chamava à época Porto Primavera (atualmente Eng. Sérgio Motta).Construiu-se então uma cidade bem planejada, com variados tipos de residências, arborização natural, clubes para o lazer, hospital; enfim, com toda infra-estrutura para dar conforto aos moradores dePrimavera.
Inicialmente previsto para ser concluído em 1988, por razão de desvio de verbas foi adiado, tendo tido um valor final de mais de nove bilhões de dólares. A primeira etapa do enchimentodo reservatório, na cota 253 m, foi concluída em dezembro de 1998 e a segunda etapa (Licença de Operação nº 121/00) na cota 257 m, em março de 2001. Em fevereiro de 1999 a Usina Hidrelétrica Eng.ºSérgio Motta foi inaugurada pelo então Governador do Estado, Mário Covas.
A CESP atualmente está voltada para a geração de energia. Gerando 50% da energia de São Paulo, 21% na região Sudeste e 9% da...
tracking img