Grupo schincariol

Estudo de caso 4 – Grupo Schincariol e a tomada de decisão

1- O Grupo Schincariol se viu diante de uma oportunidade onde as empresas do ramo de cerveja não estavam conseguindo suprir a demandanacional. Diante deste fato, o Grupo resolver ingressar no ramo de cerveja.
O Grupo Schincariol resolveu se basear na estratégia voltada para o preço, para criar um diferencial em relação asconcorrentes, que já eram mais populares. Estavam na fase de introdução, enquanto seus concorrentes estavam na Maturidade. Com isso, o melhor seria apostar no preço diferenciado, pois estavam começando suasexperiências na área e o crescimento seria gradativo.

2- O Grupo Schincariol tinha traços de empresa familiar e suas decisões eram centralizadas no presidente José Nelson Schincariol. Com isso acapacidade de administrar a empresa era prejudicada, pois há excesso de funções, falta de agilidade, dependência, tudo a cargo de apenas uma pessoa, fazendo com que o mesmo tivesse que se emprenhar emfunções que poderiam ser delegadas, ao invés de se concentrar no planejamento estratégico da empresa.
Com seu falecimento, a empresa se viu desmotivada e distanciada do mercado. As dificuldades seavolumavam e as vendas caiam. A empresa se viu obrigada a se renovar e seguir novos métodos.

3- O Grupo Schincariol resolveu criar duas novas marcas de cerveja, entre elas a Primus. Seu valor eramais elevado e direcionado a classes sociais mais altas.
Mas a Primus não conseguiu chegar aos objetivos que a empresa almejava, e alguns dos motivos foi esforço publicitário insuficiente paradesvincular a nova marca da tradicional Schincariol e também por ser de preço mais elevado que a outra marca criada, a Glacial, gerando preconceito entre os consumidores.
A marca Primus foi um passo semplanejamento, pois perderam o foco. Ao criar a nova marca a empresa investiu recursos que poderiam ser mais úteis se investidos no produto que já era mais conhecido pelo mercado, a Schincariol. Porém...