Gestao do conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6039 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOLUÇÕES DE FUTURO

À medida em que a Tecnologia da Informação está reinventando as corporações, a Gestão do Conhecimento surge como um esforço empresarial essencial para as empresas enfrentarem novos desafios.

O conhecimento e o talento humano sempre fizeram a diferença na
competição entre as empresas. Hoje, entretanto, estamos participando da construção de um paradigma econômico baseadono conhecimento, quando o valor agregado é criado pelo cérebro e não pela força. A Tecnologia da Informação está reinventando empresas, os governos e os indivíduos. Mas de que forma as empresas podem se preparar para enfrentar esses novos desafios? Uma das respostas possíveis pode ser encontrada na Gestão do Conhecimento. O problema é que, apesar de ser muito utilizada, a Gestão do Conhecimento(GCO) é um conceito ainda em evolução. O DiretorPresidente do Serpro, Wolney Martins, explicita esse processo, quando diz que "como a GCO não é uma disciplina pronta, não existe uma forma direta de apresentar e mostrá-la em funcionamento efetivo, gerando o risco das pessoas, inadvertidamente, evitarem se expor ao que pode ser visto apenas como mais uma coisa complicada da vida contemporânea." Mesmocom esse risco, a contextualização da GCO (veja box) nos novos cenários e sua ampla aplicação em empresas de Tecnologia da Informação surgem como uma tendência inevitável. É o que ocorre, por exemplo, com o Serpro, que já incorporou a prática da GCO como uma importante ferramenta de suporte à gestão. Foi uma opção natural já que se trata de uma empresa de Tecnologia da Informação (TI) queinstrumentaliza as finanças públicas e outros sistemas estruturadores do Governo Federal. A GCO foi implementada mediante um esforço empresarial que contou com o comprometimento da Direção e a participação efetiva de todas as áreas da Empresa, buscando permanentemente evoluir e aperfeiçoar a gestão dos conhecimentos estratégicos e das competências de seus talentos. Por meio de ações que permitamintensificar o compartilhamento de idéias, informações e experiências, o Serpro constrói desde já seu futuro a partir da evolução de seus negócios, já que GCO permeia todos os processos da Empresa. Por isso, o Serpro converteu GCO em Política Empresarial, com o objetivo de manter atualizados e disponíveis os conhecimentos estratégicos para a execução de seus processos, para a construção de seus produtos eprestação de serviços aos seus clientes. Afinal, a Empresa precisa garantir a continuidade dos negócios, reduzir o impacto da movimentação de pessoas (desligamentos, novas contratações e mobilidade entre áreas), facilitar a aprendizagem organizacional e aumentar a produtividade.

As Comunidades Serpro de Conhecimentos são fóruns (eventos presenciais e/ou virtuais), formados por profissionais daEmpresa que comungam do mesmo interesse em discutir e buscar soluções para os Processos Organizacionais nos quais atuem.

Cada Unidade da Empresa tem um representante de GCO, que atua como disseminador, facilitador e potencializador do processo em sua área, agindo diretamente no fortalecimento das oito práticas associadas à Política de GCO, que são: Comunidades Serpro de Conhecimento, Mapeamentoe gestão de competências (institucionais e individuais), Ensino a Distância, Melhores práticas do PSQ (Prêmio Serpro da Qualidade), Capacitação das Lideranças, Propriedade intelectual, Mapeamento de conhecimentos (Base Serpro de Conhecimentos) e Portal Corporativo Serpro. A importância da pessoas – Inúmeros fatores contribuem para que a GCO tenha eficácia. Um dos principais, por razões evidentes,é a motivação das pessoas envolvidas no processo. Se o conhecimento está nas pessoas, como fazer para que elas transformem sua criatividade, por exemplo, em um ganho para a empresa? Para que se concretize o compartilhamento dos conhecimentos individuais, transformando-os em conhecimento organizacional, é necessário que os profissionais sejam tratados como agentes participativos do processo e...
tracking img