Gestao de conhecimento resumo cap 3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
Os fatores de produção, bem como sua evolução e gestão, são impactados pela capacidade e velocidade com as quais o conhecimento humano tem sido desenvolvido, utilizado e atualizado. Este fenômeno se deu com o advento da Era do Conhecimento. Essa Era surgiu impulsionada por fenômenos que estão transformando as relações econômicas, políticas e sociais da civilização humana, como aglobalização, os mercados regionais e os avanços tecnológicos, em especial a Tecnologia da Informação.

Cesar SOUZA destaca que "outro fator que tem causado elevado nível de angústia nos empresários e executivos é o fato de vivermos em uma era que poderia ser chamada de Economia Instantânea. Temos que decidir cada vez mais on-line, sem tempo para cuidadosas análises nem para aqueles rituais deplanejamento estratégico, pois quando os planos ficam prontos as circunstâncias já mudaram." (SOUZA, Talentos & Competitividade, p.5.)

No segmento governo esta consideração, do mencionado autor, pode ser observada em eventos de transformações no processo de gestão do Estado, em especial nos momentos de ajustes dos modelos social e econômico. Nesse contexto, aplicam-se ferramentas de planejamentocapazes de conviver com variações relevantes de cenário, tratando contingências de certa forma previsíveis e, como conseqüência, criando caminhos alternativos.

Note-se que os meios de produção tradicionais - máquinas, rotinas, instalações - não representam mais o grande diferencial competitivo das Organizações. De fato, a tecnologia democratizou o acesso a eles para além do mundo das grandesempresas. Pode-se então depreender da análise de Cesar SOUZA que, somente o desenvolvimento contínuo do conhecimento humano e de suas formas de aplicação permitirá o atendimento das necessidades dessa nova Era.

Assim, o grande desafio das Organizações do Século XXI será atrair e reter clientes, fornecedores e criadores de conhecimento. A estratégia empresarial necessitará estar fortemente apoiadaem uma estratégia de educação continuada dos empresários, executivos e técnicos que compõem o capital humano das Organizações. Isto se fará por meio de programas estruturados sob medida para as necessidades específicas do negócio e que valorizem o raciocínio criativo, a resolução de problemas, o desenvolvimento de lideranças, o autogerenciamento da carreira, a efetividade na comunicação e nacolaboração, além do desenvolvimento tecnológico.

Nesse contexto de grandes transformações, de economia globalizada, de mercados cada vez mais concorrentes entre si, o instrumento de competitividade das Organizações necessariamente deverá ser baseado em conhecimento. As abordagens de pesquisadores e especialistas em estratégia empresarial e educação de adultos, como Peter SENGE, Jeanne MEISTER,Michael PORTER, Cesar SOUZA, NONAKA e TAKEUCHI, dentre outros, apontam a Educação Corporativa (EC) como um forte e representativo elemento da Gestão do Conhecimento Organizacional, para criar e manter vantagens competitivas. Deve-se observar, em especial, o fato de considerarem como objetivo de qualquer programa de Educação Corporativa o aumento do Capital Intelectual.

Desta forma, a EducaçãoCorporativa representa um importante componente da Gestão do Conhecimento (GC), podendo ser considerada como uma ferramenta de suporte à GC no cumprimento de seu propósito de socializar o conhecimento. Com a missão de propiciar o aprendizado contínuo, a EC oferece soluções de aprendizagem e compartilhamento de conhecimentos, atuando no sentido de que todos tenham as qualificações necessárias parasustentar os objetivos empresariais.

Assim, nenhuma estratégia empresarial será realizada sem que esteja fundamentada em um consistente programa de Educação Corporativa continuada. Este programa deverá desenvolver os conhecimentos, habilidades e atitudes requeridos para se obter sucesso no mencionado cenário, onde o pensar e a construção do futuro são tão relevantes, ou até mais, do que o fazer....
tracking img