Genero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 89 (22116 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DA DIVERSIDADE NÚCLEO DE GÊNERO E DIVERSIDADE SEXUAL

DIRETRIZES CURRICULARES DE GÊNERO E DIVERSIDADE SEXUAL DA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DO PARANÁ

VERSÃO PRELIMINAR

Curitiba - Pr 2010

Sumário

Apresentação Institucional
Professora Ms. Alayde Maria Pinto Digiovanni e professor Dr. Wagner Roberto doAmaral

Histórico
Equipe SEED/DEDI/NGDS

Marcos Institucionais
Equipe SEED/DEDI/NGDS

Glossário
Professora Ms. Viviane Teixeira Silveira

O que são as Diretrizes Curriculares de Gênero e Diversidade Sexual?
Professora Dra. Maria Rita de Assis César (UFPR)

Gênero: Como e por que compreender?
Professora Ms. Viviane Teixeira Silveira (Doutoranda UFSC)

Gênero, sexualidade e educaçãoProfessora Dra. Maria Rita de Assis César (UFPR)

Homofobia na Escola
Professor Dr. Anderson Ferrari (PPGE/UFJF)

Educação Sexual: questões de gênero
Professora Dra. Eliane Rose Maio (UEM)

Gênero e Diversidade Sexual na Escola: perspectivas e possibilidades
Professora Ms. Dayana Brunetto Carlin dos Santos (SEED/DEDI/NGDS) Professora Ms. Kátia Cristina Dias da Costa (SEED/DEDI/NGDS)Professora Especialista Melissa Colbert Bello (SEED/DEDI/NGDS) Professor Especialista Ricardo José Bois (SEED/DEDI/NGDS)

Apresentação
Apresentamos a comunidade escolar o material que subsidiará a discussão sobre as questões de gênero e diversidade sexual na Rede Pública Estadual de Educação Básica do Paraná, com o tom de uma diretriz orientadora que norteará a ação no interior das nossas escolas.Vivemos em uma sociedade que, historicamente, se constituiu como uma sociedade masculina, lesbofóbica, homofóbica, transfóbica e racista, marcada pela exclusão social, particularmente dos processos de escolarização, de grupos específicos diferenciados pela classe social, bem como, diferenciados pelas questões de gênero e orientação sexual. Partindo da compreensão de que as práticas sociais sãoconstruídas historicamente e que os nossos pensamentos, acerca das coisas do mundo, são subjetivados a partir destas nossas relações, salientamos o espaço da instituição escolar como o espaço privilegiado para se discutir e mudar as concepções que temos sobre as coisas e os fenômenos sociais a partir do acesso ao conhecimento. Precisamos, cada vez mais, nos instrumentalizarmos para compreendermos eenfrentarmos as diferentes formas, não raras vezes veladas, de discriminação e exclusão social, e as professoras e professores, funcionárias e funcionários precisam compreender a dimensão pedagógica da sua ação para além da dimensão pedagógica, exclusiva da professora ou do professor, da transmissão de conteúdos curriculares. Temos em nossas mãos a condição concreta de provocar mudanças, esperamosque este material que entregamos a vocês provoque, mobilize e proporcione uma transformação na direção da sociedade que buscamos. Onde mulheres e homens participem coletivamente da tomada de decisões e definam conjuntamente seus caminhos. Deixamos a todas e todos um forte e afetuoso abraço, e o desejo de que realizemos sempre um bom trabalho no interior de nossas escolas. Alayde Maria PintoDigiovanni Superintendente da Educação Wagner Roberto do Amaral Chefe do Departamento da Diversidade

Histórico Texto em construção

Marcos Institucionais Texto em construção

GLOSSÁRIO
Professora Ms. Viviane Silveira ASSIMETRIAS DE GÊNERO: desigualdades de oportunidades, condições e direitos entre homens e mulheres, gerando hierarquias. Por exemplo: no mercado de trabalho. BINARISMO: forma depensamento que separa e opõe masculino e feminino, apoiando-se numa concepção naturalizante dos corpos biológicos. BISSEXUAL: pessoa que tem desejos, práticas sexuais e relacionamento afetivo-sexual com pessoas de ambos os sexos; CORPO: inclui além das potencialidades biológicas, todas as dimensões psicológicas, sociais e culturais do aprendizado pelo qual as pessoas desenvolvem a percepção da...
tracking img