Frederick taylor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2536 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Superior de Educação de Coimbra
Instituto Politécnico de Coimbra

TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES

Frederick Winslow Taylor e o Taylorismo

Comunicação Organizacional – 1º ano - Pós -laboral
Trabalho realizado por: Isabel César, Joana Alcatrão, Maria João Marques, Vera Góis

I – Introdução

Neste trabalho vamos abordar o Taylorismo /Administração Científica, como um sistema deorganização do trabalho, baseado na divisão de tarefas, previamente estudadas, planeadas e de forma cronometrada, com o objectivo do aumento da eficiência e eficácia operacional na administração industrial. Taylor é considerado o “Pai da administração científica” por propor a utilização de métodos científicos cartesianos na administração de empresas.

Outro objectivo introduzido e afim de não haverdesperdício operacional, foi o controlo inflexível, mecanicista, que acabou por elevar enormemente o desempenho das indústrias em que actuou, no entanto e à posteriori, igualmente gerou demissões, insatisfação e stress nos seus subordinados e sindicalistas. Introduziu também a supervisão funcional, com o intuito de todas as fases do trabalho serem acompanhadas e desenvolvidas em conformidade com asinstruções pré definidas.

Assim, para uma percepção mais adequada, vamos apresentar o estudo de um caso decorrente nos dias de hoje e vamos associar o mesmo ao modelo de administração científica, para comprovarmos que após muitos anos o Taylorismo ainda é muito actual.

II – História de Frederick Winslow Taylor

Fredrick W. Taylor, nasceu em 1856, em Filadélfia nos EUA, no seio de umafamília abastada, que professava a religião protestante incutindo-lhe respeito pelos valores de uma moral regrada e pautada pela defesa intransigente do trabalho. Tinha uma vida orientada pelos princípios e práticas do ascentismo, da poupança e do investimento.

Com uma carreira brilhante, desde muito cedo enveredou pela vida de operário, tendo começado aos 22 anos, na empresa de siderurgiaMidvale Steel, na qual desempenhou o cargo de capataz. Em 7 anos ascendeu de operário a engenheiro, tendo-se formado em Engenharia Mecânica, no Stevens Institute, estudando à noite.

As relações que estabeleceu entre a teoria e a prática permitiram-lhe não só compreender e explicar os mecanismos de funcionamento das empresas a diferentes níveis, como ainda realizar um conjunto de experiências ereflexões científicas à volta do mundo do trabalho.

Conseguiu registar várias dezenas de patentes sobre máquinas, ferramentas e processos de trabalho, durante a sua vida de gestão e administração de empresas. Escreveu vários artigos de reflexão sobre a organização e direcção nas empresas para a associação de engenheiros mecânicos dos EUA – American Society for Mechanical Engineers.

Assimdestacam-se 2 obras de reflexão teórica sobre a organização científica do trabalho:

1ª Obra – 1903 – Shop Management – desenvolve um conjunto de métodos e estudos técnicos, articulando-os com a racionalização do processo de trabalho, sublinhando-se o aperfeiçoamento sistemático dos tempos e movimentos exigidos aos operários na execução das suas tarefas.

2ª Obra, 1911 – The Principles of ScientificManagement – desenvolve princípios orientadores da primeira obra, onde estes vão ser objecto de um maior desenvolvimento e sujeitos a uma análise exaustiva da interdependência e complementariedade existentes entre a gestão científica das empresas e o desenvolvimento da racionalização do processo de trabalho.
III – Criticas de Taylor aos métodos e práticas da organização do trabalho

Através dasua experiência e conhecimentos científicos adquiridos como operário e engenheiro, Taylor apercebeu-se de um conjunto de contradições e de efeitos negativos no funcionamento interno das organizações, tais como crises nas organizações e métodos relacionados com o factor de produção “trabalho”. Esta realidade negativa era originada por um conjunto de princípios e práticas, que oscilavam à volta de...
tracking img