Fisiologia humana geral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1647 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Atividade

Baseado nos estudos realizados nas Unidades 1, 2 e 3 desta disciplina, responda às perguntas a seguir e poste-as na ferramenta indicada por seu tutor:

1) Qual é a importância da bainha de mielina?
Primeiro vamos entender o que é bainha de mielina da forma mais clara, nos axônios de maior diâmetro, a célula envoltório forma dobras múltiplas e em espiral em torno de amônio, aoconjunto dessas dobras múltiplas chamamos de bainha de mielina e as fibras são chamadas de fibras nervosas mielínicas.
Têm como função acelerar a velocidade da condução do impulso nervoso.
A perda da mielina provoca uma grande variedade de sintomas, se a bainha de mielina que envolve a fibra nervosa for lesada ou destruída, os impulsos nervosos se tornam cada vez mais lentos ou não são transmitidos.O impulso então é transmitido ao longo de toda a extensão da fibra nervosa, o que toma um tempo bastante maior do que se ele pulasse de um nódulo para outro, a perda da bainha também pode provocar curtos-circuitos ou bloqueios da transmissão dos impulsos nervosos. Uma região que mostra claramente a mielina destruída é chamada lesão ou placa, os sistemas de tal deficiência são, entre outrosdeficiências sensitivas, como: a visão embaçada ou borrada, dificuldades de coordenação, problemas de marcha e dificuldades nas funções corpóreas, um exemplo é o controle insuficiente da bexiga.
Tal como a esclerose múltipla é uma doença causada pela perda da bainha de mielena dos neurônios, a esclerose múltipla com a perda da bainha de mielina é uma doença que leva o indivíduo a fraqueza muscular,rigidez articular, dores articulares e descoordenação motora apresentando dificuldades para realizar vários movimentos com os braços, pernas, perda do equilíbrio em pé, dificuldades par andar, tremores e acarretando o formigamento em partes do corpo.
A sua função é a transmissão de informações para os neurônios de forma organizada.

2) Qual é a importância do reflexo de extensão cruzada?
O sistemanervoso central provém de articulações, pele, músculos esqueléticos, sendo conjuntamente denominada aferência somática. Já as aferências viscerais enviam informações das vísceras ao sistema nervoso central.
Sempre que o músculo foro estirado haverá excitação dos fusos causando contração reflexa para evitar a lesão, do comprimento das fibras intrafusais é detectado pelas fibras sensoriaisaferentes que as enervam as fibras do tipo Ia, enervam região central das fibras em saco e cadeia nuclear, detectam a velocidade da alteração do comprimento e fibras do tipo II, enervam fibras em cadeia nuclear, detectam o comprimento da fibra muscular.
Quando ocorre a ativação das fibras aferentes Ia com o motoneurônios na medula, estes enervam fibras extravasais no músculo estimulado e causamcontração do músculo.
O reflexo de extensão cruzada ocorre ao mesmo a do reflexo de retirada, haverá extensão do membro oposto o estímulo nocivo, esse padrão de resposta desloca o corpo inteiro para longe do estímulo doloroso, ou seja, causando o equilíbrio a estabilização.
Mecanismo neuronal, junto ao padrão flexor, haverá decussação do estímulo com conexões polissinápticas (trabalho muscular) comestimulação contralateral dos músculos extensores, comparado ao reflexo flexor, o reflexo de retirada extensora possui um período mais longo de pós-descarga a circuitos reverberativos (evitando a fadiga, o cansaço excessivo).
Após flexão de um dos membros direito ou esquerdo haverá extensão do oposto, isso é reflexo de extensão cruzada, o objetivo é mover o corpo todo para longe do estímulo doloroso.3) Quais seriam os tipos de fibras musculares esqueléticas predominantes em um maratonista, um velocista e um halterofilia?
As fibras mais predominante em um maratonista são três: O músculo é composto basicamente por três tipos de fibras musculares classificados pela velocidade de resposta de contração.
Tipo de fibra I (fibras de contração lenta), Tipo IIa (fibras de contração rápida) e...
tracking img