Fisicoquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1552 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE UNIDA DA PARAIBA
GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL





DANIELLE GOMES
DORGIVAN VITORINO
JAIR CORREIA
JULIANA LACERDA
SAMARA GALVÃO
SAYONARA TAVARES
SUYLANE BARBALHO






INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA NO EQUILIBRIO QUIMICO











JOÃO PESSOA
2011
DANIELLE GOMES
DORGIVAN VITORINO
JAIR CORREIA
JULIANA LACERDA
SAMARA GALVÃO
SAYONARA TAVARES
SUYLANEBARBALHO





INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA NO EQUILIBRIO QUIMICO





Relatório apresentado à UNPBFPB como requisito parcial para obtenção de nota na disciplina de Química Analítica no Curso de Graduação em Engenharia Ambiental.





ORIENTADOR: Profª Celene Cavalcanti de Carvalho





JOÃO PESSOA
2011
SUMÁRIO

1 OBJETIVOS


• Reconhecer uma reação químicareversível entre dois gases;
• Reconhecer que variações de temperatura podem deslocar o sentido do estado de equilíbrio de sistema;
• Reconhecer que existe um equilíbrio quando as propriedades macroscópicas são constantes, num sistema fechado, cuja temperatura é uniforme.

















2 EQUILÍBRIO QUÍMICO

Quando sistemas em equilíbrio são submetidos a qualquer perturbaçãoexterior, o equilíbrio desloca-se no sentido contrário a fim de minimizar esta perturbação.
Este é o enunciado do princípio de Le Châtelier. Conforme o sistema se ajusta, "a posição de equilíbrio" muda. Isto significa que após o equilíbrio ter sido restabelecido, mais produtos reagentes aparecem,dependendo do que foi formado durante a mudança. Na equação escrita, um deslocamento favorecendo aformação de mais produtos é chamado "deslocamento para a direita uma vez que os produtos se localizam do lado direito nas equações escritas. Um deslocamento favorecendo os reagentes é chamado "deslocamento para a esquerda".Considere, por exemplo, o equilíbrio:
N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g)
Suponha que tenhamos colocado N2, H2 e NH3 em um recipiente mantido à temperatura constante e quetenhamos esperado até que o sistema tenha atingido o equilíbrio. Mediremos em seguida a concentração de equilíbrio de cada uma das três substâncias. Seqüencialmente, perturbaremos o equilíbrio adicionando N2no recipiente e imediatamente inicia-se o monitoramento em cada concentração. Os resultados são mostrados naFigura1. A concentração de cada substância mostra ser constante a esquerda do gráfico: osistema está em equilíbrio. Repentinamente, a concentração de N2 aumenta, quando maior quantidade é adicionada ao recipiente: Vejamos o que aconteceu: a concentração de N2e de H2imediatamente começou a diminuir ao mesmo tempo a concentração de NH3 começou a aumentar. Estas mudanças ocorrem quando falamos que o equilíbrio "foi deslocado para a direita".
N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g)Depois do equilíbrio ser restabelecido, embora esteja presente mais NH3 e menos H2 e N2, as concentrações de todos os três aumentaram, como conseqüência da diminuição de volume do recipiente.
Pode-se facilmente concluir que um aumento do volume do recipiente produz resultados ao que discutimos aqui, com o equilíbrio se deslocando para a esquerda.
Nem sempre uma variação no volume do recipienteprovocará um deslocamento no equilíbrio num sistema gasoso em equilíbrio. Por exemplo, no equilíbrio:
2HI(g) H2(g ) + I2(g)
O número de moléculas de gás é igual nos dois lados da equação, o sistema em equilíbrio não responde a uma diminuição de volume, à temperatura constante. Neste caso não existe mecanismo para minimizar o aumento de pressão, portanto, nenhum deslocamento éproduzido pela variação de volume do recipiente. O que acontece a um equilíbrio se for aumentada à pressão total por meio da adição de um gás inerte ao recipiente? Neste caso, poderemos esperar que o equilíbrio se desloque na direção em que existem menos moléculas, mas não é o que ocorre. Isto é explicado pelo fato das concentrações de N2, H2e NH3 não serem afetadas pela adição de um gás inerte,...
tracking img