Fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12646 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

FÍSICA II




Objetivos da disciplina Física II:
Compreender e aplicar os conceitos básicos de equilíbrio do corpo rígido, rotação, da estática e
dinâmica de fluidos. Entender a importância da temperatura e dilatação de materiais e os processos
de transferência de calor. Conhecer os princípios da termodinâmica e suas aplicações no estudo de
máquinas térmicas, assim como entenderos princípios das ondas mecânicas e seus efeitos e o
comportamento da luz ao interagir com diversos dispositivos.
Programa da disciplina:
1. Equilíbrio de Corpos Rígidos: Centro de gravidade. Condições de equilíbrio. Aplicação.
2. Rotação: Velocidade Angular. Aceleração Angular. Rotação com Aceleração Angular Constante. Energia
Cinética de Rotação. Trabalho e Potência no Movimento Rotacional.3. Hidrostática: Densidade. Pressão em Fluídos. Medidores de Pressão. Princípio de Pascal. Princípio de
Arquimedes.
4. Hidrodinâmica: Tipos de escoamento. Equação da Continuidade. Equação de Bernoulli. Viscosidade.
Equação de Poiseuille. Lei de Stokes.
5. Temperatura e Calor: Escalas de temperatura. Dilatação térmica. Quantidade de calor. Transferência de
calor por condução, convecção eradiação.
6. Termodinâmica: Trabalho e Energia em Termodinâmica. Energia Interna. Primeira Lei da Termodinâmica.
Processos termodinâmicos. Segunda Lei da Termodinâmica.
7. Ondas: Tipos de ondas mecânicas. Equação de onda. Velocidade de uma onda. Potência de uma onda.
Interferência. Ressonância.
8. Som: Intensidade do som. Batimentos. Efeito Doppler
9. Ótica: Polarização. Princípio de Huygens.Reflexão e Refração. Espelhos e Lentes.



Bibliografia mínima:
o YOUNG, H.D.; FREEDMAN, R.A. Física. São Paulo: Pearson, 2003, v. 1, 2 e 4.
o KELLER, F. J.; GETTYS, W. E.; SKOVE, M. J. Física. São Paulo: Makron Books, 1999, v. 1 e 2.
o HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física. Rio de Janeiro: Livros
Técnicos e Científicos, 1996. v. 1, 2 e 4.
o TIPLER, P.A. Física. Riode Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1999. v. 1 e 2.
o HENNIES, C. E.; GUIMARÃES, W.O.N; ROVERSI, J.A. Problemas Experimentais em Física.
Campinas-SP: UNICAMP, 1993. v. 1 e 2.



Avaliação:
- 2 provas escritas. O assunto abordado no laboratório também faz parte da prova escrita.
- Relatórios das práticas realizadas no laboratório.
- Exercícios.
Pesos: Provas: 7.
Relatórios: 2.Exercícios: 1.

MD =

( 7.MP + 2.MR + 1.ME )
10

onde: MD = média na disciplina.
MP = média das 2 provas.
MR = média dos relatórios.
ME = média dos exercícios.


Os arquivos das aulas teóricas e os roteiros para laboratório serão disponibilizados no site da FIEL.

2

Equilíbrio de Corpos Rígidos
O estudo de um objeto extenso em equilíbrio estático fornece informações sobrealgumas forças
que atuam sobre ele. Estas informações são importantes, por exemplo, na escolha de materiais e
componentes de uma estrutura predial.


Centro de massa de um sistema de partículas

O centro de massa de um sistema de partículas é uma posição média do sistema. Esta é uma média
ponderada, de acordo com as massas e as posições das partículas que compõem o sistema. O vetor
posição rCMdo centro de massa é:

r
r
∑ m i ri
rCM =
M
onde mi é a massa e ri é o vetor posição da partícula i; M é a massa total do sistema.
Separando rCM em suas componentes, obtemos as coordenadas do centro de massa:

x CM =

∑ mi x i
M

y CM =

∑ mi y i
M

z CM =

∑ mi zi
M

Na figura abaixo temos a representação de três partículas e o seu centro de massa.



Centro degravidade de um objeto

A aceleração gravitacional diminui com a altitude, fazendo com que corpos iguais tenham pesos
menores a uma altitude maior. Assim, em corpos muito altos, como por exemplo, os grandes edifícios, o
peso da parte inferior é maior do que da parte superior. Se o edifício tiver formato de um paralelepípedo
homogêneo, por exemplo, o seu centro de massa será no centro do...
tracking img