Filhote disponivel lhasa apso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (869 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BRICs: divergências ou união de forças?

Líderes dos quatro países que formam o BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) se reuniram
dia 16 de junho para discutir o papel das economias emergentes nocenário internacional,
ressaltando o relevante crescimento econômico de seus países, além de defenderem maior
inserção destes no processo de tomada de decisão da economia mundial.
Após oencontro da cúpula do G-20 que ocorreu em abril de 2009, reunindo as vinte maiores
economias do mundo para discussões referentes à crise financeira global ocorreu ,no dia 16 de junho a
reunião doBRICs(Brasil, Rússia, Índia e China).Esta reunião teve como principal objetivo dar seguimento
ao debate sobre o papel dos principais países emergentes no plano da economia internacional.
No encontro, oPresidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, o Presidente chinês, Inácio Lula
Silva, o Presidente chinês, Hu Jintao, o Presidente russo, Dmitri Medvedev, e o Primeiro-Ministro
indiano, ManmohanSingh, discutiram temas relacionados á crise econômica global reforma de
de instituições financeiras (FMI e Banco Mundial), o papel do G-20 e sua atuação no cenário econômico
internacional,institucionalização do grupo BRIC, bem como assuntos às questões ambientais e
energéticas. Segundo alguns analistas ,a ascensão dos BRICs é inevitável, dado que estes países
têm apresentado um importantecrescimento em variados setores de suas economias, superando as
expectativas e previsões mais otimistas. Na opinião de Riordan Roett, diretor do programa das
Américas da Universidade JohnsHopkins de Washington, “as regras do jogo terão de mudar, porque o
velho paradigma do poder internacional está mudando para o lado dos BRICs e dos países asiáticos”
Seguindo a mesma perspectivaotimista, o Ministro da Fazendo do Brasil Guido Mantega, disse que os
BRICs devem “assumir o protagonismo da cena econômica mundial”, defendendo principalmente
reformas no FMI, para que a participação...
tracking img