Fidel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1768 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fidel Alejandro Castro Ruz



Nascido a 13 de Agosto de 1926 é o Primeiro secretário do Comité Central do Partido Comunista de Cuba. Foi presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros (presidente da República) de Cuba, a qual governou de 1959 como chefe de governo e de 1976 como chefe de estado até 2007.
Formou-se na Universidade de Havana no curso de Direito e foi dirigenteestudantil.
Depois de terminar a formação académica, dedicou-se à oposição ao governo. Denunciou as corrupções e actos ilegais do governo. Vinculou-se ao Partido do Povo Cubano, Partido pelo qual seria candidato nas eleições de 1952. O golpe de estado em 10 de Março de 1952, o qual Fidel condenou e pretendeu levar aos tribunais, convenceu-o da necessidade de transformar a sociedade cubana.Liderou um movimento estudantil, que atacaria o Quartel Moncada em Santiago de Cuba a 26 de Julho de 1953. Acabou por ser capturado.
No julgamento em que foi condenado pelas suas acções, assumiu sua própria defesa e defendeu o direito dos povos de lutarem contra a tirania. Foi condenado a quinze anos de prisão, onde reelaborou sua auto-defesa que levou o nome de "A história me absolverá".Que teve distribuição clandestinas em 1954.
Em 1955 foi aos Estados Unidos em busca de apoio dos emigrantes cubanos. Em Novembro de 1956, partiu do México com varias dezenas de combatentes (92) que em 2 de Dezembro desembarcaram em Cuba, e se refugiaram nas montanhas onde permaneceu por mais de dois anos a frente do Exército Rebelde Cubano.
Durante esse período, criou estratégias deluta contra a ditadura vigente, financiada pelos emigrantes que viviam nos Estados Unidos e pelas forças opositoras revolucionárias. Comandou diversos combates que culminaram em vitórias de suas tropas. Trabalhou na preparação de leis fundamentais, que seriam promulgadas uma vez alcançada a vitória e divulgou suas ideias nacional e internacionalmente.
Após ser amnistiado em Maio de 1955graças a um amplo movimento popular, dedicou-se de forma intensa à política através de jornais e aparições televisivas enquanto estruturava o movimento revolucionário.
Ao começarem a censurar seus artigos, as suas aparições televisivas, e radiofónicas, onde expressava as suas ideias acabou por se refugiar no México, onde conheceu um médico argentino comunista (Che Gueverra) que acabaria por setornar o seu grande parceiro de guerrilha. Trabalhou na preparação dos homens que o acompanhariam na luta em Cuba. Participou em actividades políticas, escreveu o Manifesto número um do Movimento 26 de Julho ao povo de Cuba que circulou clandestinamente na Ilha.
Depois do golpe de estado alcançado e fuga de Fulgêncio Batista, que era apoiado pelos americanos, em 1 de Janeiro de 1959,convocou generais para consolidar a vitória da Revolução e marchou até Havana, onde entrou em 8 de Janeiro, e onde foi nomeado 1º ministro.
Fidel mobiliza a juventude cubana e consegue eliminar o analfabetismo que era de 40 % em apenas um ano, utilizando cem mil jovens nessa empreitada.
Fidel Castro realizou a reforma agrária, desapropriando os americanos, e indemnizando-os, pelo valor quedeclararam no Imposto de Renda, muito abaixo do valor real, provocando descontentamento entre os proprietários mais ricos. Estas reformas levaram os EUA a considerarem o líder cubano, um inimigo e tentarem derrubá-lo, treinando ex-militares de Batista para invadir Cuba. Essa invasão foi um fracasso. Cortaram também a compra do Açúcar Cubano. Isso obrigou Fidel a se aproximar da União Soviética e doisanos mais tarde instaurar um regime ditatorial.
A URSS deu apoio económico e militar ao novo governo de Castro, comprando a maioria do açúcar cubano. Devido a aproximação das relações do regime cubano com a URSS, que estava em plena Guerra-fria com os EUA, assistiu-se a um aumento de tensão entre os países provocado pelo apoio militar declarado pela URSS. Perante a possibilidade de Cuba...
tracking img